Meia considerado 'ruim' em relatório ganhou contrato com Corinthians, revela portal

Meia considerado 'ruim' em relatório ganhou contrato com Corinthians, revela portal

Por Meu Timão

Jovem meia reprovado em avaliação técnica ganhou contrato com Timão (foto ilustrativa)

Jovem meia reprovado em avaliação técnica ganhou contrato com Timão (foto ilustrativa)

Foto: Reprodução

Menos de um mês após o arquivamento do “caso Alyson”, um novo escândalo envolvendo a base do Corinthians vem à tona. Um jogador de 17 anos considerado “sem condições de fazer parte da categoria sub-17” ganhou, em maio deste ano, um contrato válido por um ano com o Timão. A informação foi revelada pelo GloboEsporte.com.

O meia-atacante, que teve o nome preservado pela reportagem, foi avaliado em 13 requisitos, como princípios de ataque, comportamento técnico-tático, características de jogo, entre outros. Em dez deles, o jovem atleta foi apontado como “ruim”, e três como “regular” – nenhum “bom” ou “ótimo”.

A análise técnica foi feita pelo treinador da divisão sub-17, Márcio Zanardi, que levou a equipe ao título da Copa do Brasil da categoria recentemente. Apesar da reprovação do comandante, o Corinthians firmou contrato com o garoto, que teve o registro divulgado no site da Federação Paulista de Futebol.

O aval para a assinatura do vínculo foi dado pelo diretor da base do Timão, José Onofre de Souza Almeida. O dirigente ainda não se pronunciou sobre o caso. De acordo com o relatório de Zanardi, o meia foi indicado por Manoel Ramos Evangelista, conhecido como Mané da Carne, conselheiro do clube e que também teve o nome envolvido na venda irregular dos direitos econômicos do jovem Alyson José da Motta – relembre o caso.

O documento usado pelo técnico do sub-17 informa ainda que o garoto “chegou ao grupo dizendo que havia sido contratado por Fábio (Barrozo)”, ex-gerente da base, principal acusado na comercialização dos direitos de Alyson, um garoto de 16 anos, a Helmut Niki Apaza, empresário norte-americano que investiu seu próprio dinheiro no jogador.

De acordo com a publicação, o Comitê de Ética do Conselho Deliberativo do Timão vai estudar o assunto para, posteriormente, explicá-lo. O órgão, no entanto, tomará providências apenas se houver denúncia por parte de qualquer associado do clube.

Veja Mais:

  • Timão conquistou Paulistão sobre a Ponte Preta; times voltam a se enfrentar logo na abertura de 2018

    Corinthians conhece data, horário e transmissão dos primeiros sete jogos do Paulistão

    ver detalhes
  • Gustavo Scarpa está negociando com o Corinthians para 2018

    Arquirrival perde força, e Corinthians volta ao páreo pela contratação de Scarpa

    ver detalhes
  • Balbuena ganhou status de líder no plantel alvinegro

    Priorizando renovação, Corinthians aguarda agentes de Balbuena para reunião

    ver detalhes
  • Super carros do Monster Jam já estão na Arena Corinthians

    Carros gigantes chegam à Arena Corinthians para evento deste sábado; veja fotos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes