Cristóvão completa dois meses de Timão com números inferiores aos de Tite; veja

Cristóvão completa dois meses de Timão com números inferiores aos de Tite; veja

Cristóvão foi apresentado pelo gerente de futebol Alessandro e pelo diretor adjunto Edu Ferreira

Cristóvão foi apresentado pelo gerente de futebol Alessandro e pelo diretor adjunto Edu Ferreira

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Há dois meses, no dia 20 de junho, Cristóvão Borges era oficialmente apresentado como novo técnico do Corinthians. O sucessor do multicampeão Tite, que deixou o clube para assumir a Seleção Brasileira, foi contratado com o objetivo de dar andamento ao trabalho iniciado. Os resultados inesperados dentro de campo, porém, já o fazem ser questionado pela torcida.

Cristóvão estreou na derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG, no dia 22 de junho, no Mineirão. Já naquela noite de quarta-feira, o comandante notou o calcanhar de Aquiles do atual campeão brasileiro: a necessidade de maior “peso ofensivo”. “A equipe se postou bem e vem fazendo isso nos jogos. Mas é notável, a gente vê, até por características, que precisa de mais peso ofensivo, e isso acontece. Como a equipe tem equilíbrio muito grande, consegue jogar e chegar...”, analisou Cristóvão na época.

Nos dez jogos sob seu comando desde então, sendo cinco vitórias, três empates e duas derrotas, o Timão marcou 14 gols e sofreu nove. Um aproveitamento de 54.5%, desempenho este considerado baixo para o torcedor corinthiano acostumado com as vitórias do time de Tite.

A efeito de comparação, o Corinthians dirigido por Adenor Leonardo Bacchi no Brasileirão 2016 conquistou 61.9% dos pontos em disputa. Em sete compromissos, o elenco recém-eliminado do Paulistão e da Copa Libertadores somou quatro vitórias, um empate e duas derrotas. Foram dez tentos a favor e cinco contra.

Não o bastante, o “fator casa” ainda não é sinônimo de sucesso para Cristóvão Borges. O novo técnico capitaneou quatro duelos da equipe em Itaquera, mas obteve apenas dois triunfos, sobre Santa Cruz (2 a 1) e Flamengo (4 a 0). Nas últimas duas partidas na Arena Corinthians, dois tropeços, para São Paulo e Figueirense, ambos por 1 a 0. O placar, aliás, viria a se repetir no Pacaembu, frente ao Cruzeiro, no único embate realizado pelo Corinthians no estádio durante a cessão da Arena aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Diante do cenário nada convidativo, Cristóvão tem nesta segunda-feira à noite, diante do Vitória, seu principal desafio à frente do clube: fazer o Timão retomar o caminho das vitórias na competição nacional. O confronto, válido pela 21ª rodada, está marcado para as 20h (Brasília). Façam suas apostas!

Veja os números* de Tite x Cristóvão

Tite

Jogos: 7
Pontos conquistados: 13
Aproveitamento: 61.9%
Vitórias: 4
Empates: 1
Derrotas: 2
Gols pró: 10 (1.43 por jogo)
Gols contra: 5 (0.71 por jogo)

Cristóvão

Jogos: 11
Pontos conquistados: 18
Aproveitamento: 54.5%
Vitórias: 5
Empates: 3
Derrotas: 3
Gols pró: 15 (1.36 por jogo)
Gols contra: 11 (1.00 por jogo)

(*) – números referentes apenas ao Campeonato Brasileiro 2016.

Veja Mais:

  • Patch de homenagem a Chapecoense na camisa do Corinthians

    Veja imagens da camisa do Corinthians com o patch da homenagem a Chapecoense

    ver detalhes
  • Marinho vem sendo pedido por torcedores do Corinthians para 2017

    Pedido pela torcida do Corinthians, Marinho admite deixar Vitória em 2017

    ver detalhes
  • Simi passou sete anos no Corinthians

    Simi reclama de saída do Corinthians e projeta 'final às avessas' da LNF no Parque São Jorge

    ver detalhes
  • Oswaldo divulgou lista de relacionados do Corinthians

    Com apenas um desfalque, Corinthians divulga lista de relacionados para enfrentar Cruzeiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes