Atraso da Odebrecht em envio de papéis da Arena irrita Corinthians

Atraso da Odebrecht em envio de papéis da Arena irrita Corinthians

Por Meu Timão

7.0 mil visualizações 96 comentários Comunicar erro

Arena Corinthians ainda não tem auditoria de obras concluída

Arena Corinthians ainda não tem auditoria de obras concluída

Foto: Agência Corinthians

O Corinthians segue sem conseguir concluir em definitivamente toda a construção da Arena em Itaquera. A auditoria das obras ainda não foi finalizada, pois a Odebrecht, empresa responsável pela construção, não entregou os documentos necessários para a conclusão.

Por conta da demora, o presidente Roberto de Andrade e o ex-gestor do estádio, Andrés Sanchez, estão irritados com a construtora.

"É como se me pedissem a planta da minha casa e eu falasse que não tenho e que pediria para a construtora", disse um dirigente que não se identificou ao GloboEsporte.com.

A Odebrecht anunciou, por meio de nota oficial, a finalização e entrega das obras do estádio do Corinthians em setembro do ano passado. Desde então, o clube aguarda todos os documentos para concluir o estudo das obras.

O portal tentou contato com a construtora, mas não obteve resposta sobre a demora na entrega dos papéis. Enquanto isso, o estádio segue com o status inacabado e sem a divulgação do balanço financeiro atual.

Veja Mais:

  • Roger fez seu primeiro gol pelo Corinthians

    Corinthians cede empate ao Sport e perde chance de reassumir liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Juninho Capixaba não agradou a Fiel em Recife

    Carille analisa atuação e projeta melhora defensiva de Capixaba; torcida critica lateral

    ver detalhes
  • Corinthiano Mantuan durante jogo contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro

    Fiel 'esquece' Roger e elege dois defensores como craques do Corinthians no empate contra Sport

    ver detalhes
  • Corinthians tropeçou no Sport neste domingo

    Corinthians perde uma posição e vê 'perigoso concorrente' assumir liderança do Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes