A lenda de Barueri

A lenda de Barueri

Por Meu Timão

O São Paulo foi nessa história. O Corinthians também. Parece que todo mundo gosta de jogar em Barueri, tirando o próprio Barueri. A explicação para tricolores e alvinegros deixarem o Pacaembu de lado: o aluguel elevado cobrado pela prefeitura de São Paulo (12% para jogos diurnos e 15% para jogos noturnos, enquanto que a administração barueriense cobra 2%).

De bater o olho, parece que vale a pena, certo? Errado. Veja a comparação de dois jogos noturnos do Corinthians no Paulistão, ambos contra times pequenos à noite. Um no Pacaembu e outro na Arena Barueri*.



Corinthians x Mirassol, Pacaembu

Público: 15.584

Renda bruta: 492.366

Aluguel: 73.854,90

Renda líquida: 251.720,68



Corinthians x Rio Branco, Barueri

Público: 10.193

Renda bruta: 324.979,50

Aluguel: 6.499,59

Renda líquida: 209.866,09

Pelos números do borderô oficial, fica evidente como o Corinthians perdeu dinheiro ao jogar em Barueri. O que se soma ao que o São Paulo já havia deixado de ganhar (

clique aqui

para ver).

Jogar em Barueri se justifica se a ideia é fazer uma queda de braço para dobrar a prefeitura de São Paulo. Mas aí não é pensar em negócios, mas em política.



*Contra o Mirassol, o Corinthians esteve com os titulares. Mas a partida com o Rio Branco foi realizada em fim de semana e 5.500 ingressos foram vendidos até o dia 19, quando Mano Menezes informou que escalaria os reservas.



Fonte: ESPN

Veja Mais:

  • Jogadores usaram máscaras em brincadeira do Corinthians

    Em clima de Carnaval, Corinthians provoca e dá máscaras para Gabriel e Maycon

    ver detalhes
  • Thiago Duarte Peixoto será afastado dos gramados e passará por avaliação na FPF

    Após assumir erro, árbitro de Dérbi é afastado e passa por avaliação na FPF

    ver detalhes
  • Jogador não pediu desculpas a Gabriel em declaração

    Sem pedir desculpa, Tchê Tchê argumenta ter 'brincado' com Gabriel no Dérbi

    ver detalhes
  • Árbitros utilizaram o metrô em horário de pico nesta quarta-feira

    Árbitro foi à Arena Corinthians de metrô em horário de pico, acusa entidade; FPF rebate

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes