Cristóvão explica o porquê de 1º tempo ruim e reitera objetivo do Timão

Cristóvão explica o porquê de 1º tempo ruim e reitera objetivo do Timão

Cristóvão Borges, em ação contra o Sport

Cristóvão Borges, em ação contra o Sport

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Embora tenha visto o Corinthians derrotar o Sport por 3 a 0, o técnico Cristóvão Borges não escondeu a atuação ruim de sua equipe durante o primeiro tempo. Pelo contrário. Após o término do duelo em Itaquera, o comandante alvinegro elogiou a postura do time pernambucano e relacionou o desempenho aquém dos donos da casa com a qualidade do esquadrão de Oswaldo de Oliveira.

“O que aconteceu é que tem méritos do Sport. Ele avançou a marcação no primeiro tempo e tirou a nossa saída de bola. Nosso time ficou lento, não conseguiu sair, esse foi o primeiro tempo. Era melhorar a saída de bola. Eles dificultaram bastante, roubaram bolas. O jogo é na construção e a gente estava sendo pressionado”, iniciou Cristóvão Borges em entrevista coletiva.

“A construção foi essa. Depois tínhamos que ter um pouco mais de profundidade e jogar com um jogador de referência na frente. Melhoramos nossa saída de bola, nosso jogo cresceu, e os jogadores com dificuldade cresceram”, acrescentou o treinador alvinegro.

O Corinthians pouco chegou ao ataque nos primeiros 45 minutos. Depois do intervalo, porém, o atual campeão brasileiro não demorou a balançar a rede: Rodriguinho, em jogada protagonizada por Marlone à beira do campo, abriu o placar e levou à loucura os mais de 24 mil presentes na Arena Corinthians.

“Nós estudamos o adversário e vimos que a maneira (de marcar gols), até a quantidade que eles tomaram, era pelo lado do campo. Nós fazemos bem as jogadas pelo lado do campo, faz parte das nossas variações de jogo, sempre temos jogadas pelos lados. Por isso fizemos os gols”, frisou, que respondeu ainda sobre o objetivo do Corinthians na temporada.

“Brigar pelo título. Eu falei pra vocês (imprensa) que esse time, até então, a gente ainda não sabe o limite dele. Estamos buscando o melhor, eles ainda não conseguiram. Nós melhoramos... Eles conseguindo manter essa regularidade, acho que a gente cresce junto, ganhamos confiança e podemos brigar pelo título”, finalizou.

Veja Mais:

  • Mesmo com Jô, Timão não foi páreo para Flamengo na tarde deste domingo

    Sonolento, Corinthians leva três no primeiro tempo e é derrotado pelo Flamengo

    ver detalhes
  • Após revés, Timão foi aplaudido por torcedores presentes na Ilha do Urubu

    Volante beira nota zero, e Giovanni é eleito o melhor do Corinthians em derrota

    ver detalhes
  • Danilo fica no Corinthians por mais uma temporada

    Carille confirma renovação do contrato de Danilo com Corinthians

    ver detalhes
  • Balbuena e Romero, os paraguaios do Corinthians

    Romero se torna o estrangeiro com mais jogos na história do Corinthians; Balbuena chega ao 100º

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes