Cristóvão versus Tite: afinal, quais números vêm piorando no Corinthians?

Cristóvão versus Tite: afinal, quais números vêm piorando no Corinthians?

Por Meu Timão

4.3 mil visualizações 98 comentários Comunicar erro

Cristóvão Borges vem tendo dificuldade para manter bons números deixados por Tite no Corinthians

Cristóvão Borges vem tendo dificuldade para manter bons números deixados por Tite no Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O Corinthians vem passando por um momento delicado, diferente do que a Fiel se acostumou nos últimos anos sob comando de Tite. Com irregularidade de resultados, dificuldade para fazer gols e vulnerabilidade para tomá-los, a equipe comandada por Cristóvão Borges apresenta números bastante inferiores ao de seu antecessor.

Nas mãos de Tite, em 2016, o Corinthians realizou 35 partidas, vencendo 21 delas. No total, ele teve 67,62% de aproveitamento. Com Cristóvão à frente, o desempenho caiu para 52,08%, com apenas sete vitórias em 16 jogos disputados.

Para se ter noção da diferença, em menos de três meses à frente do Timão, Cristóvão Borges está a uma derrota de igualar o número de reveses que o Corinthians teve no ano sob comando de Tite. Foram seis do antigo treinador em quase seis meses, contra cinco do atual comandante.

Chama atenção também a diferença do número de gols feitos e sofridos. O ataque, é bem verdade, não vinha lá aquelas coisas com Tite (haja vista a dificuldade do clube em repor peças como Renato Augusto, Jadson e, principalmente, Malcom e Vagner Love). Com o antigo treinador, a média era de 1,71 tento por jogo, contra 1,38 de Cristóvão.

Defensivamente, o Corinthians se tornou uma referência nacional, seja sob comando de Tite ou de Mano Menezes. Mesmo perdendo Gil desde o começo do ano, o Corinthians, até a chegada de Cristóvão, tinha média bem inferior a um gol sofrido por partida (0,69, na verdade). Com o novo treinador, tal número já chega em 1,06 por jogo.

Vale destacar que Cristóvão Borges sofreu com um novo desmanche na janela de transferências do meio do ano, marcado pelas saídas de Elias, André e Luciano. Do mercado externo, a diretoria não trouxe nenhuma peça de reposição, se limitando á Série B e ao retorno de jogadores emprestados.

Veja a comparação entre os dois treinadores

Tite em 2016Cristóvão em 2016
Jogos disputados: 35
Aproveitamento: 67.62%
Vitórias: 21
Empates: 8
Derrotas: 6
Gol a favor: 60 ( 1.71 por jogo )
Gols contra: 24 ( 0.69 por jogo )
Jogos disputados: 16
Aproveitamento: 52.08%
Vitórias: 7
Empates: 4
Derrotas: 5
Gol a favor: 22 ( 1.38 por jogo )
Gols contra: 17 ( 1.06 por jogo )

Veja Mais:

  • Carille, alvo de interesse de Al-Hilal, afirmou que a imprensa 'mente demais'

    Associação de jornalistas de São Paulo emite nota de repúdio por declarações de Carille

    ver detalhes
  • Corinthians de Maycon, Júnior DUtra & cia. está na terceira posição no Brasileirão

    Sexta rodada acaba, e Corinthians segue 'nas cabeças' do Brasileirão; veja classificação

    ver detalhes
  • Sheik deve renovar até o final da temporada

    Diretoria liga alerta para cinco atletas com contratos no fim; Sheik acerta acordo por renovação

    ver detalhes
  • Ralf trabalhou ao lado de auxiliar da preparação física do Corinthians

    Ralf vai a campo pela primeira vez após cirurgia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes