Palmeirense suspeito de assassinar torcedor do Corinthians teria sido preso

Palmeirense suspeito de assassinar torcedor do Corinthians teria sido preso

Por Meu Timão

Arma teria sido encontrada na casa de primeiro suspeito preso por assassinar Daniel Veloso

Arma teria sido encontrada na casa de primeiro suspeito preso por assassinar Daniel Veloso

Foto: Reprodução

Um dos palmeirenses suspeitos de assassinarem o torcedor do Corinthians Daniel Veloso na madrugada desse domingo, em Itapevi, teria sido preso nesta segunda-feira. Circulam nas redes sociais imagens do cidadão e relatos de pessoas que testemunharam a detenção.

Em contato com a reportagem do Meu Timão, a Delegacia de Polícia de Itapevi ainda não confirmou a prisão do primeiro suspeito do crime. A alegação é de que a investigação está em curso e qualquer informação veiculada à imprensa poderia atrapalhar o trabalho dos investigadores.

Um dos relatos de testemunhas da detenção diz que uma viatura abordou o palmeirense e encontrou um revólver calibre 38 com numeração raspada em sua casa. O suspeito teria confirmado o envolvimento no crime.

O assassinato
O torcedor corinthiano Daniel Veloso, que era associado da Gaviões da Fiel, foi espancado até a morte na madrugada de domingo em uma praça em Itapevi. De acordo com relatos ouvidos pelo Meu Timão, um grupo de palmeirenses chegou ao local quando Daniel estava apenas com sua namorada e o assassinou com barras de ferro.

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes
  • Luidy foi nomeado o melhor jogador do estado de Alagoas em 2016

    Reforço do Corinthians é eleito melhor jogador do ano em AL

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes