Roberto responde se torcida do Corinthians está 'mal acostumada'

Roberto responde se torcida do Corinthians está 'mal acostumada'

Por Meu Timão

Colocando seu lado torcedor na análise, Roberto de Andrade afirmou compreender irritação da Fiel

Colocando seu lado torcedor na análise, Roberto de Andrade afirmou compreender irritação da Fiel

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Alvo de críticas da Fiel, o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, analisou o comportamento da torcida durante a atual fase do time. Questionado se o torcedor estaria ‘mal acostumado’, o dirigente disse compreender a irritação, colocando seu lado alvinegro em sua avaliação, e relembrou as mudanças sofridas na equipe durante a atual temporada .

"Ninguém fica mal acostumado com coisa boa. Tentamos fazer um diagnóstico. É claro, ninguém gosta de perder, entramos no campeonato buscando título. Tem uma sequência de coisas que aconteceram, jogadores que saíram no começo do ano, agora no meio do ano novamente. Aí você vê o time não jogando bem e acaba gerando uma irritação em todo mundo, parece que a diretoria não quer vencer, está se desfazendo do time. Eu sou presidente, torcedor, apaixonado, louco, roxo... Mas ao mesmo tempo sou gestor, isso tem confronto. Como torcedor, quero ter o mais, o melhor. Como gestor não posso fazer isso”, argumentou Roberto de Andrade durante uma entrevista coletiva concedida nesta terça-feira, no CT Joaquim Grava.

“Em fevereiro de 2015, quando assumimos o clube, sabíamos das dificuldades. Não foi hoje que começamos a fazer os ajustes. De lá para cá fizemos diversas coisas boas ao clube, estamos colocando tudo em dia, contribuindo regularmente com o Profut, o que é fundamental, senão muda de divisão. Até hoje mesmo li que 20% dos clubes não estão cumprindo com o Profut... Enfim, eu tenho todo dia esse confronto entre gestor e torcedor, porque quero o melhor para o Corinthians. Neste momento, não podemos esquecer que o atual campeão brasileiro é o Corinthians”, acrescentou.

Roberto de Andrade prosseguiu defendendo o planejamento da diretoria corinthiana, que recentemente afastou o técnico Cristóvão Borges do comando de seu elenco, anunciando o treinador interino Fábio Carille em seu cargo. Além disso, o dirigente comentou novamente o desmanche realizado no time alvinegro nesta temporada em relação ao time campeão do Brasileiro do ano passado, alegando que apenas na saída de Tite para a Seleção Brasileira houve uma previsão anunciada.

"Quando falo perfeito não significa que as peças que chegaram deram certo. Pode ser que elas não se encaixaram. Quando eu falo perfeito, não é porque eu trouxe o Zé e ele está jogando muito. Quero dizer que as peças foram repostas, o Corinthians começou a temporada com elenco completo. O treinador que fez o planejamento foi o Tite, que hoje está na Seleção. É difícil jogar com o imponderável. Não tem como prever quem vai sair no meio do ano, como foi com o Elias, que ele quis sair e ir embora”, finalizou.

Veja Mais:

  • Jogo do Corinthians contra o Grêmio será transmitido para 13 estados do Brasil

    TV Globo exibe Corinthians e Grêmio para 13 estados do Brasil; confira

    ver detalhes
  • Corinthians vem de boa vitória no Brasileirão

    Corinthians pode se isolar na liderança e aumentar distância do G6; veja a classificação

    ver detalhes
  • Corinthians entra em campo neste domingo contra o Grêmio

    Corinthians visita Grêmio neste domingo para se consolidar na briga pelo hepta do Brasileirão

    ver detalhes
  • Gramado da Arena Corinthians está mais suscetível a 'escorregões' por excesso de umidade

    Gramado da Arena Corinthians 'chegou no limite', diz presidente de empresa responsável

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes