Corinthians é denunciado pelo STJD e pode perder até dez mandos

Corinthians é denunciado pelo STJD e pode perder até dez mandos

Por Meu Timão

Prejuízo no clássico não ficou apenas dentro de campo

Prejuízo no clássico não ficou apenas dentro de campo

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians pode perder até dez mandos de campo por conta dos conflitos ocorridos na Arena em Itaquera durante o clássico com o Palmeiras, no último sábado, pelo Campeonato Brasileiro. A Procuradoria da Justiça Desportiva ofereceu, nesta quarta-feira, denúncia contra as infrações e denunciou o clube, que pode levar multa e até longo gancho na temporada.

De acordo com o site oficial do STJD, o Timão foi denunciado no artigo 191, inciso III (por descumprir o Regulamento Geral das Competições ao permitir a entrada de sinalizadores); no artigo 213, inciso I (pelas desordens ocorridas no estádio) e inciso III (pelo lançamento de objetos); no artigo 211 (por não manter as condições de segurança adequadas).

As penas previstas são de multa de até R$ 100 mil no artigo 191; multa de até R$ 100 mil em cada inciso do artigo 213, podendo ainda ser punido com perda de até dez mandos de campo pela desordem; multa de até R$ 100 mil no artigo 211, além do pedido de interdição parcial da Arena no setor Norte até o julgamento do processo em uma das Comissões Disciplinares do STJD do Futebol.

O departamento jurídico do Corinthians já teve conhecimento das denúncias, mas ainda não se pronunciou.

Os episódios

Dois conflitos entre torcedores e a Polícia Militar marcaram a derrota da equipe alvinegra por 2 a 0 para o Palmeiras. No fim do primeiro tempo, a fim de tirar uma faixa estendida pela torcida uniformizada Gaviões da Fiel, policiais entraram em choque com corinthianos na arquibancada Norte. Ao menos uma placa de vidro foi danificada.

Depois, a poucos minutos do término do clássico, torcedores do Timão tentaram invadir o setor Oeste da Arena para protestar contra a diretoria e acabaram barrados pela PM, que utilizou cassetetes para apartar o movimento. Além disso, consta na súmula o uso de sinalizadores durante a execução do hino nacional e no setor sul aos dois minutos de jogo. Após o apito final, corintianos cuspiram na direção do árbitro Heber Roberto Lopes e dos jogadores do Palmeiras quando os mesmos deixavam o gramado em direção aos vestiários.

Veja Mais:

  • Rodriguinho enfrenta o Patriotas na Colômbia; fora Gabriel, Carille promove quatro novidades

    Em treino na Colômbia, Carille define escalação do Corinthians para jogo da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Cássio ergue taça de campeão paulista 2017; jogador está perto de atingir 300 jogos

    Perto dos 300 jogos, Cássio elege Corinthians de 2017 o melhor grupo do qual fez parte

    ver detalhes
  • Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    ver detalhes
  • Romarinho foi protagonista da final da Libertadores há cinco anos

    Viraliza na web versão de gol do Romarinho narrado por Galvão Bueno; assista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes