Interdição de setor diminui renda da Arena Corinthians em 11%

2.5 mil visualizações 57 comentários

Por Meu Timão

Determinação imposta pelo STJD trará prejuízo de R$ 200 mil por jogo ao Timão

Determinação imposta pelo STJD trará prejuízo de R$ 200 mil por jogo ao Timão

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians terá um prejuízo de 11% na arrecadação com bilheteria durante a interdição do setor Norte da Arena Corinthians, determinada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na noite da última terça-feira. Na prática, a BRL Trust Investimentos, fundo que administra o estádio, deixará de receber, em média, R$ 213.280,63 por partida.

O Meu Timão levantou a renda bruta dos 12 jogos realizados na Arena pelo Campeonato Brasileiro. Considerando todos os setores, incluindo Camarotes, Oeste Business e Oeste Vip, o clube embolsou cerca de R$ 21,4 milhões (R$ 1,7 milhão por rodada). Já incluindo apenas o setor Norte na conta, R$ 2,5 milhões entraram nos cofres alvinegros durante o período.

Na quarta à tarde, o Corinthians se pronunciou a respeito do assunto e confirmou que acatará a determinação do STJD. Membros dos planos Minha Vida, Minha História, Meu Amor e Minha Paixão do Fiel Torcedor que haviam comprado ingresso de Norte para o duelo com o Fluminense, domingo, às 16h (de Brasília), serão realocados para Leste Inferior. Associados do plano Minha Torcida, destinado às uniformizadas Camisa 12, Pavilhão 9, Coringão Chopp e Fiel Macabra, acompanharam o confronto na arquibancada Sul – sócios das organizadas Gaviões da Fiel e da Estopim da Fiel terão o dinheiro devolvido.

A interdição deverá ser mantida pelo STJD até que o Corinthians comprove que o local está em condições de segurança e com os devidos consertos das partes quebradas na briga do clássico com o Palmeiras, no último dia 17, quando torcedores corinthianos e policiais militares protagonizaram confronto à beira do campo.

Vale lembrar que o Timão tem dificuldades para pagar a construção da Arena Corinthians, avaliada em mais de R$ 1,2 bilhão. Em julho de 2015, após um período de carência de 19 meses, a diretoria alvinegra começou a quitar R$ 5 milhões mensais ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) referentes à dívida. Como as regras da instituição permitem que o período para início do pagamento seja de 36 meses, o clube interrompeu o acerto das parcelas do montante de R$ 400 milhões.

Copa BR - O Corinthians inicia nesta sexta-feira, a partir das 16h, a venda de ingressos para a partida contra o Cruzeiro pela abertura das quartas de final da Copa do Brasil, marcada para a próxima quarta (28), na Arena em Itaquera, às 21h45 (de Brasília). Por conta da interdição do setor Norte, o clube anunciou que sócios do Fiel Torcedor poderão pagar o mesmo valor por ingressos de Leste Superior (R$ 40).

Veja Mais:

  • Matheus Davó está integrado ao elenco de Tiago Nunes desde o começo de 2020

    Contratação de Davó coleciona gafes no Corinthians desde o ano passado; veja lista

    ver detalhes
  • Técnico Tite deixou Corinthians em 2016 rumo à Seleção Brasileira

    Com dedo de Tite, CBF muda para Arena Corinthians estreia da Seleção nas Eliminatórias da Copa-2022

    ver detalhes
  • Olha onde foi parar a grana da venda do Pedrinho | Corinthians x Benfica

    VÍDEO: Olha onde foi parar a grana da venda do Pedrinho | Corinthians x Benfica

    ver detalhes
  • Camisa personalizada em homenagem a Neto por conquista do Brasileirão 1990

    Corinthians vende camisas personalizadas de ídolos e do time feminino, veja opções

    ver detalhes
  • Parque São Jorge segue fervendo nos bastidores

    Conselho de Orientação do Corinthians marca acareação para explicações sobre contas de 2019

    ver detalhes
  • Tiago Nunes intensifica trabalhos táticos para volta dos jogos do Paulistão

    Tiago Nunes trabalha saída de bola do Corinthians em atividade tática no CT; veja fotos

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: