Com gol irregular para o Fluminense, Levir muda discurso: 'Não quero falar da arbitragem'

128 mil visualizações 174 comentários

Por Meu Timão

Depois de um verdadeiro chilique sobre a arbitragem na quarta-feira, o treinador do Fluminense mudou o discurso após ser favorecido no minuto final. Levir Culpi reclamou até mesmo da posição dos jogadores reservas do Corinthians durante o aquecimento, afirmando que eles estavam perto demais do bandeira.

Hoje, porém, favorecido por um gol irregular aos 49 minutos do 2º tempo, o treinador da equipe carioca mudou completamente o discurso. Levir foi explícito ao evitar o assunto: "Tirando essa parte da arbitragem, o mais importante destacar a importância do jogo. O jogo foi tão legal para nós que isso dispensa os comentários sobre a arbitragem".

Quando perguntado sobre o lance polêmico que terminou com o gol, o treinador e sua equipe interromperam a pergunta do repórter com risadas irônicas durante a coletiva. A questão, porém, continuada após a grosseira interrupção, foi incisiva: "Sobre o gol, o Gum estaria adiantado. Faz parte do jogo, e faz parte do que aconteceu depois de quarta-feira?", completou o jornalista.

- (Risos) Não, cara, eu não percebi isso. Eu percebi o pênalti no Marcos Júnior. Você percebeu isso? Se ele marcasse, podia ser 5 a 1 pro Corinthians. A gente não sabe como dá a sequência, ninguém sabe o que vai acontecer. Então isso é o bom do futebol. Eu acho que o melhor do futebol é os velhos tempos (sic), quando num clássico como esse tem que repercutir é a brincadeira. A gozação em cima dos corinthianos, a gozação em cima deles, que isso que repercute bem. Agora a ira, a raiva, isso não soma nada para ninguém - afirmou Levir, esquecendo-se porém de citar o pênalti não marcado a favor do Corinthians, ao final do primeiro tempo.

A resposta dissimulada - especialmente após as declarações ostensivas do próprio Levir durante a semana - levaram a uma nova pergunta. Dessa vez, o gancho foi de outro repórter presente na coletiva: "Em cima desse assunto, não foi exagerada a reclamação de quarta-feira? Não foi uma reclamação exacerbada dentro do que o futebol proporciona: erros para lá, erros para cá? Isso não acaba deixando até uma marca negativa para o próprio Fluminense?", perguntou Felipe.

A pergunta mudou o tom "gozador" de Levir, que perdeu a estribeira na sala de imprensa: "Não. Acho que você está completamente enganado. E pelo que eu percebi, você não gosta do Fluminense. Notei em você uma ira. O que que você gostaria de saber?", falou em tom agressivo.

O repórter repetiu pacientemente a pergunta, mas desta vez explicitou a questão: "Se a reclamação foi exagera na última quarta-feira. Por que hoje, no caso, o Corinthians é quem reclama do erro e você está passando a mão na cabeça do juiz". A afirmação foi o bastante para o treinador - e membros da comissão do Fluminense - iniciarem o bate-boca.

"Agora você comprovou que você está chateado. Você pode torcer para o Corinthians (nota do editor: o repórter em questão é torcedor do Palmeiras), não tem problema nenhum. Só que você não vai ouvir o que você quer ouvir, vai ouvir o que eu quero falar", encerrou Levir.

Apesar do discurso, e até do bate-boca, Levir ainda tentou defender o árbitro e desmentir qualquer acusação de pressão sobre a arbitragem: "O que vale é a brincadeira, é a gozação. E não você ser revanchista. Eu tô muito feliz com o resultado e quero ficar quietinho com muita humildade". Pouco depois, completou: "Ser árbitro é muito difícil, a CBF tinha que profissionalizar. Assim não dá pra cobrar muito".

Antes do fim, porém, a própria fala do treinador da equipe carioca, entregou que houve erro: "O primeiro erro no jogo de hoje foi um pênalti pro Fluminense. Foi uma vitória honesta. Tivemos erros de arbitragem, mas o jogo foi muito interessante e acabou de forma espetacular para deixar todos os torcedores do Fluminense alegres" encerrou.

Veja Mais:

  • Jacinto Antônio Ribeiro, o "Jaça", conselheiro vitalício do clube, e pivô de conflito com Brazil nas últimas semanas; Márcio Bittencourt, ex-jogador e ex-treinador da base do clube

    Desentendimento na base do Corinthians separa Sub-23 das demais categorias; entenda

    ver detalhes
  • Sylvinho tem 16 jogos no comando do Corinthians, com mais derrotas (seis) do que vitórias (quatro), além de seis empates; saldo de gols também é negativo (12x16) e o aproveitamento é de 37,5%

    Pressão sobre Sylvinho aumenta no Corinthians; dois fatores jogam a favor do treinador

    ver detalhes
  • Renato Augusto fez primeiro treino com os companheiros de equipe nesta segunda-feira

    Corinthians se reapresenta e Renato Augusto faz primeiro treino com elenco no CT Joaquim Grava

    ver detalhes
  • Entre 2016 e 2018, Léo Príncipe esteve presente em 24 partidas no profissional e marcou um gol

    Corinthians faz acordo na Justiça e quitará dívida com Léo Príncipe em 12 parcelas; veja os detalhes

    ver detalhes
  • Bloqueio é referente a valores não pagos à Federação das Associações de Atletas Profissionais

    Corinthians tem quase R$ 2 milhões bloqueados pela Justiça por dívida com programa social

    ver detalhes
  • Giuliano e Renato Augusto estiveram na Neo Química Arena e viram in loco a derrota para o Flamengo, por 3 a 1; dupla ainda não tem condições legal e física para entrar em campo

    Corinthians pode não ter Renato Augusto contra o Santos; Giuliano tem mais chances de atuar

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x