Conmebol anuncia mudanças, e Libertadores será disputada de fevereiro a novembro a partir de 2017

163 mil visualizações 154 comentários

Corinthians foi campeão da edição 2012 da Libertadores

Corinthians foi campeão da edição 2012 da Libertadores

Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Enquanto o Corinthians segue na luta por uma vaga na Libertadores de 2017, seja via G4 do Brasileirão ou título da Copa do Brasil, a Conmebol anuncia um pacote de mudanças no principal torneio sul-americano de futebol. A principal novidade diz respeito à duração da competição, que se estenderá por praticamente todo o ano.

Em um modelo parecido ao que acontece atualmente com a Liga dos Campeões da Europa, a Libertadores, a partir de 2017, será disputada de fevereiro a novembro. Haverá, portanto, um aumento de 27 para 42 semanas de competição. A Copa Sul-Americana acontecer

A mudança, de acordo com comunicado emitido pela entidade à imprensa, tem como principal objetivo "harmonizar os calendários das competições com os torneios locais de cada país". Para acompanhar as novidades, a tendência é a CBF também alterar seu calendário.

Uma consequência positiva para os clubes que avançarem às fase finais da Libertadores neste novo formato é a provável permanência de seus principais jogadores. No atual formado, as equipes que se destacam são desmanchadas no meio da temporada em meio a propostas de todos os cantos do mundo.

Uma alteração considerável diz respeito à final da Libertadores. Agora a decisão será disputada em jogo único e em campo neutro. "Analisando estatística das finais da Copa Libertadores, mandante no segundo jogo ganhou 7 de 10. Justiça desportiva exige final única em campo neutro", explicou o paraguaio Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol.

Outra novidade anunciada pela Conmebol é de que dez dos clubes eliminados ainda na fase de grupos da Libertadores ganharão vaga na Copa Sul-Americana. A inspiração é a Liga dos Campeões da Europa, onde os times eliminados que tiveram campanha satisfatória ganham direito de disputar a Liga Europa.

"Por muito tempo os clubes vêm tendo de escolher entre priorizar os torneios sul-americanos ou os nacionais. E isso afeta a qualidade de ambas as competições", argumentou Domínguez.

Veja Mais:

  • Sylvinho fez um trabalho de linha defensiva nesta segunda-feira

    Treino do Corinthians tem dois da base e trabalho tático com reservas no campo; veja possível time

    ver detalhes
  • Jemerson está de volta aos treinos e à disposição do técnico Sylvinho

    Jemerson retorna aos treinos, mas tem apenas 16 dias de contrato restantes no Corinthians

    ver detalhes
  • Thiaguinho disputou 14 jogos com a camisa do Corinthians nas temporada 2018 e 2019; volante passou a ser emprestado na sequência

    Liberação de Camacho pode abrir espaço para Thiaguinho no Corinthians; entenda a situação

    ver detalhes
  • Adson e Mandaca durante treino do CT Dr. Joaquim Grava

    Dois jogos pelo Brasileirão, base e feminino: veja a agenda do Corinthians nesta semana

    ver detalhes
  • Gabriel comemorando seu gol no duelo entre Corinthians e Palmeiras, pelo Brasileirão

    Gabriel entra em seleto grupo que chegou ao Corinthians direto do rival e marcou no Dérbi

    ver detalhes
  • Corinthians enfrenta o Red Bull Bragantino nesta quarta-feira

    [Publi] Empate é o resultado favorito para Corinthians e Red Bull Bragantino em casas de apostas

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x