Walter prega respeito por Cássio e decisão de Carille, mas garante: 'Tô trabalhando'

Walter prega respeito por Cássio e decisão de Carille, mas garante: 'Tô trabalhando'

Por Meu Timão

Walter teve atuação elogiada pela Fiel nesta quarta

Walter teve atuação elogiada pela Fiel nesta quarta

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Apesar de deixar o campo ovacionado pela Fiel pelo segundo jogo consecutivo, o goleiro Walter não quer saber de pensar no futuro. Titular na vitória por 2 a 1 sobre o Cruzeiro, na noite desta quarta-feira, na Arena, o substituto de Cássio garantiu respeitar a opinião do técnico Fábio Carille, mas avisou: ele continua disposto a ajudar.

“Respeito totalmente o Cássio. Estou trabalhando, tentando fazer o melhor pra equipe. Estou entrando e estou ajudando”, afirmou o goleiro Walter, que comemorou a vantagem conquistada pelo Timão. “Sempre grande, ainda mais na fase que a gente estava. Qualquer vantagem é enorme”, pregou.

Após brilhar na derrota para o Fluminense, domingo, em Itaquera, Walter foi assunto em entrevista coletiva de Carille na terça-feira. O comandante alvinegro, no entanto, afirmou que o camisa 27 voltará ao banco de reservas assim que Cássio, titular da posição, se recuperar da contusão no ombro esquerdo. A decisão causou protestos de torcedores nas redes sociais, que reivindicam chance ao “suplente de luxo”.

“É tranquilo, sempre trabalhei e busquei meu espaço e entro para ajudar a equipe”, frisou o arqueiro, avaliando ainda a performance do Corinthians diante do Cruzeiro. “Tecnicamente a gente já vem de umas partidas com um bom jogo. Saímos na frente no placar e tomamos gol nesse finalzinho, infelicidade. Mas agora, é tentar a classificação lá”, acrescentou.

“Tô trabalhando, a decisão é de quem quiser, respeito a opinião de qualquer um que a tome. Tô fazendo o melhor que posso pra equipe, como todo mundo que entra”, finalizou.

Com ou sem Walter, o Corinthians volta a campo no próximo sábado, diante do Botafogo, às 16h30 (de Brasília), no estádio Luso Brasileiro.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes