Conmebol só permitirá que clubes disputem Libertadores se tiverem times femininos

Conmebol só permitirá que clubes disputem Libertadores se tiverem times femininos

Por Meu Timão

Corinthians reativou seu time feminino nesta temporada

Corinthians reativou seu time feminino nesta temporada

Foto: Divulgação

Na mesma semana em que anunciou uma série de novidades em seu principal torneio interclubes, a Conmebol tomou uma importante decisão visando valorizar as equipes femininas de futebol. Nesta sexta-feira, a entidade aprovou o novo regulamento de licenciamento de clubes, que passará a valer até 2018. Nele, está incluída uma regra que obriga os clubes participantes da Libertadores a terem um time feminino. A medida passa a valer a partir de 2019.

"O solicitante (a disputar a competição) deverá ter uma equipe feminina ou associar-se a um clube que possua a mesma. Ademais, deverá ter ao menos uma categoria juvenil feminina, ou associar-se a um clube que possua a mesma (...) Em ambos os casos, o solicitante deverá prover suporte técnico e todo o equipamento e infraestrutura (campo de jogo para disputa das partidas e de treino) necessários para o desenvolvimento de ambas as equipes em condições adequadas", diz o documento, conforme reproduzido pela Espn.

A Conmebol ainda faz questão de enfatizar que é necessário a equipe participar de competições nacionais e/ou regionais reconhecidas pela confederação responsável pelo futebol em seu país. O Corinthians, no caso, atualmente, não teria problema, pois tem parceria com o Audax e viu sua equipe feminina fazer boa campanha nas edições de 2016 do Paulistão e do Brasileirão - nessa quarta, avançou às semifinais da Copa do Brasil da categoria.

Chama atenção o fato de que muitos clubes tradicionais do futebol brasileiro, hoje, estariam vetados da Libertadores por conta da nova regra. Para se ter ideia, entre as agremiações da Série A do Brasileirão, apenas Corinthians, América-MG, Flamengo, Santos e Vitória tiveram equipes femininas no último Brasileirão da categoria.

Vale destacar que a Libertadores tem sua edição feminina disputada anualmente desde 2009. O critério para um clube ser incluído é ter vencido o principal campeonato nacional no ano anterior, ser o atual campeão sul-americano ou ter sido convidado por ser do país-sede. O São José, com três títulos é o maior campeão. O Corinthians, que reativou seu time nesta temporada, não tem participações.

Veja Mais:

  • Copa Sul-Americana terá 32 classificados na segunda fase

    Copa Sul-Americana chega a 21 classificados; torneio pode ter até sete campeões da Libertadores

    ver detalhes
  • Léo Santos (à dir.) deixou atividade mais cedo por conta de bolhas nos pés; Paulo Roberto foi testado na zaga

    Zagueiro deixa treino e faz Carille improvisar nesta quinta-feira; veja escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • O meia Régis, do Bahia, recebeu elogios do técnico Fábio Carille

    Corinthians prioriza reforço para a zaga, e dispensa indicação por meia do Bahia

    ver detalhes
  • Sem oportunidades, Bruno Paulo está próximo de deixar o Corinthians

    Fora dos planos do Corinthians, Bruno Paulo negocia com time pernambucano

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes