Neste sábado, Corinthians tenta quebrar seca de dois meses e seis jogos

Neste sábado, Corinthians tenta quebrar seca de dois meses e seis jogos

Por Meu Timão

Duelo contra o Internacional, em julho, foi a última vitória do Timão como visitante

Duelo contra o Internacional, em julho, foi a última vitória do Timão como visitante

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O Corinthians enfrenta um adversário extra na tarde deste sábado, no Rio de Janeiro, além do Botafogo. Trata-se do mando de campo.

Como visitante, o Corinthians não vence desde o dia 31 de julho, há exatos dois meses portanto. De lá para cá, o Timão disputou seis partidas fora de casa, somando quatro derrotas e dois empates.

Após bater o Internacional por 1 a 0 no Beira-Rio e assumir a liderança do Brasileirão, o Corinthians, como visitante, perdeu de Atlético-PR (2 a 0), Grêmio (3 a 0), Ponte Preta (2 a 0) e Santos (2 a 1) e empatou com Fluminense (1 a 1, pela Copa do Brasil) e Coritiba (1 a 1).

Chama atenção o fato de que, em 2015, atuar fora de casa não era um problema para o Timão. Com aproveitamento de 54% longe de casa, o Corinthians de Tite fechou aquele Brasileirão como o melhor visitante.

Além do duelo contra o Botafogo, no estádio Luso-Brasileiro, o Corinthians ainda tem visitas marcadas na atual edição do Brasileirão contra Santa Cruz, Flamengo, São Paulo, Figueirense e Cruzeiro. Este último, aliás, tem recebe o Timão pela Copa do Brasil, no Mineirão, no próximo dia 19.

Veja Mais:

  • Com a 9 corinthiana, Luizão foi artilheiro da Libertadores de 2000, com 15 gols

    Ao Meu Timão, Luizão fala da busca do Corinthians por centroavante: 'Se cavar, acha na Argentina'

    ver detalhes
  • Camacho (à dir.) ganhou oportunidade entre os titulares no treino desta sexta

    Carille esboça time titular com uma troca; chance de mudança no esquema existe

    ver detalhes
  • Emerson Sheik com a camisa do Corinthians em coletiva no CT

    Emerson Sheik é apresentado, diz entender desconfiança e promete dar resposta em campo

    ver detalhes
  • Sheik assinou contrato até o fim de junho

    Emerson Sheik fala sobre contrato de seis meses, aposentadoria e possível renovação com Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes