Presidente do Corinthians explica por que evita comprar briga contra arbitragem

Presidente do Corinthians explica por que evita comprar briga contra arbitragem

Por Meu Timão

Roberto de Andrade evitou reclamar de arbitragem

Roberto de Andrade evitou reclamar de arbitragem

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, quis conversar com a imprensa no início de noite desta terça-feira, no CT Joaquim Grava. Apesar de não propor nenhum assunto aos jornalistas, foi questionado sobre diversos temas. Talvez o mais polêmico tenha sido os erros de arbitragem dos quais o Timão vem sendo vítima e pelos quais também teria sido beneficiado nas últimas semanas.

Roberto de Andrade, ao contrário do que parte da imprensa e da torcida vêm cobrando, não se posicionou fortemente no quesito arbitragem. No entendimento do mandatário, há erros a favor e erros contra uma mesma equipe "desde que existe futebol" e assim "não tem o que falar".

"Pera um pouquinho só. Erros de arbitragem acontecem desde que existe futebol. O choro do adversário cabe a e ele. Toda vez que um placar é adverso, o outro time reclama", declarou.

Os últimos cinco jogos do Corinthians estiveram no centro das atenções por decisões supostamente polêmicas da arbitragem. Contra Fluminense e Cruzeiro, pela Copa do Brasil, os adversários reclamaram de marcações de impedimento e de não marcações de penalidades. Contra Palmeiras, Fluminense e Botafogo, pelo Brasileirão, torcedores lembraram a não anulação de gols irregulares que prejudicaram o Timão.

"Qual erro houve (contra o Fluminense)? Pelo fato de o juiz anular três gols? Os três gols estavam impedidos. Então não tem o que falar, não tenho que ficar rebatendo o que os outros falam. Os erros aconteceram a favor e contra, é uma coisa comum, é um ser humano, ele pode errar. Enfim, não cabe eu ficar rebatendo o que o Cruzeiro disse, o que o Fluminense disse", afirmou.

"Acho que, se a gente for ficar falando toda hora que você é favorecido ou desfavorecido, só vamos falar disso. Um lateral é erro também. Vamos ter que ficar falando só de arbitragem. Acho um assunto, primeiro, desrespeitoso. Cansamos de ver faltas que não existiram, erro de lateral. Quando existe reclamação, faço no lugar certo. Não é reclamando com você (jornalista) que vou mudar alguma coisa. Eu respeito o trabalho deles (árbitros) para deixá-los à vontade", finalizou.

Veja Mais:

  • Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    ver detalhes
  • Clayson comemora gol sobre o São Paulo, o primeiro dele pelo Timão

    Na raça! Clayson decide, Corinthians empata no Morumbi e mantém invencibilidade contra rival

    ver detalhes
  • Líder do Brasileirão, Corinthians empatou com o São Paulo por 1 a 1 neste domingo

    Com tropeço do Grêmio, Corinthians vê rivais se aproximarem na tabela; veja classificação

    ver detalhes
  • Clayson assegurou empate fora de casa ao Timão

    Cássio brilha, mas reserva é eleito o melhor do Corinthians no clássico; Jadson destoa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes