William Magrão relembra detalhes que impediram sua ida ao Corinthians

4.3 mil visualizações 29 comentários

Por Meu Timão

Aos 29 anos, William Magrão defende o Red Bull Brasil atualmente

Aos 29 anos, William Magrão defende o Red Bull Brasil atualmente

Divulgação/RB Brasil

Atualmente com 29 anos e jogador do Red Bull Brasil, clube do interior paulista, o volante William Magrão carrega consigo uma história digna de reflexões, mais precisamente, a respeito de sua carreira. Em 2011, o jogador foi procurado pelo Corinthians e, por detalhes, não acertou sua ida ao clube, justamente na temporada que antecedeu as maiores conquistas do Timão.

Com saída de Jucilei do elenco corinthiano rumo ao futebol russo, logo após a eliminação do Corinthians na pré-Libertadores para o Tolima, a contratação de um volante passou a ser prioridade no clube. Um dos favoritos por Tite, William Magrão era visto como o principal alvo, porém por problemas burocráticos a negociação não teve um desfecho.

"Eles queriam um volante, e o Tite me queria no Corinthians. Estava tudo certo, mas aconteceram alguns problemas internos lá. Não sei explicar o que aconteceu, mas o negócio não deu certo", disse o volante em entrevista à ESPN.

Empolgado com a transferência na época, o volante, até então no Grêmio, relembrou o insucesso comunicado por seu empresário, além de ressaltar a forte decepção em não defender o manto corinthiano. "Estava no aeroporto em Porto Alegre indo para a São Paulo quando o meu empresário me ligou dizendo que não deu certo. Foi um pouco decepcionante, eu estava prestes a ir para um time do tamanho do Corinthians. Mas fiquei feliz no Grêmio”, complementou.

Sendo assim, sem a transferência, o volante perdeu a oportunidade de marcar presença no elenco que faturou o Campeonato Brasileiro daquele ano, Libertadores e Mundial de Clubes no ano seguinte, além do Campeonato Paulista e Recopa Sul-Americana, em 2013, sob o comando de Tite.

Sem sequência no clube gaúcho, William Magrão deixou Porto Alegre em 2012 para defender a Ponte Preta. Depois de seis meses em Campinas, se transferiu ao Cruzeiro. Em 2013, acertou sua ida ao Figueirense e, a partir daí, passou por equipes de menor expressão e não retornou a clubes da elite nacional.

Hoje no Red Bull Brasil, o experiente jogador é visto como um dos líderes da equipe que disputa a Série A1 do Campeonato Paulista e vem apresentando atuações positivas nas últimas edições do estadual.

Veja Mais:

  • Corinthians conheceu detalhes de seu último compromisso na fase de grupos do Paulista

    Jogo entre Corinthians e Novorizontino é confirmado à tarde; jogos da rodada serão no mesmo horário

    ver detalhes
  • Camacho em ação contra o Atlético-GO pelo Campeonato Brasileiro do ano passado

    CBF define data e horário para a terceira fase da Copa do Brasil; Corinthians encara o Atlético-GO

    ver detalhes
  • Fábio Carille não esconde incômodo com declaração de Andrés Sanchez

    Carille diz que ficou 'muito chateado' com declaração de Andrés Sanchez: 'Não falo mais com ele'

    ver detalhes
  • Após 12 anos de inúmeros recursos dos dois lados, o Corinthians venceu o ex-jogador Ricardinho na Justiça do Trabalho

    Corinthians vence ex-jogador Ricardinho na Justiça do Trabalho e evita nova perda financeira

    ver detalhes
  • Cauê marcou o segundo gol do Corinthians contra o Huancayo, pela Copa Sul-Americana

    Cauê se torna o segundo jogador do Corinthians mais jovem a fazer gol em um torneio internacional

    ver detalhes
  • Corinthians fechou com a Wega Motors um patrocínio pontual para o Dérbi de domingo

    Corinthians anuncia mais um patrocínio pontual para clássico contra o Palmeiras; veja novidade

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x