Corinthians pode ter só um zagueiro à disposição no fim de semana. E ele nunca estreou

Corinthians pode ter só um zagueiro à disposição no fim de semana. E ele nunca estreou

Aos 17 anos, Léo Santos pode ganhar chance diante do América-MG

Aos 17 anos, Léo Santos pode ganhar chance diante do América-MG

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Embora sua atenção esteja voltada ao Santa Cruz, adversário desta quarta-feira, o Corinthians pode ter problemas em sua defesa para a partida diante do América-MG, no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), na Arena em Itaquera. Com a dupla titular pendurada e Vilson em transição para o campo, o técnico Fábio Carille tem a possibilidade de contar apenas com Léo Santos, de 17 anos, revelado na base.

Pedro Henrique e Balbuena treinaram normalmente na manhã desta terça e estão confirmados para encarar o Santa Cruz, vice-lanterna da Série A. No entanto, como acumulam dois cartões amarelos cada, desfalcarão o time alvinegro no fim de semana se receberem nova advertência.

A situação de Vilson é diferente. Recuperado de um estiramento no músculo adutor da perna direita, o zagueiro de 27 anos está em transição para o gramado desde o início da semana anterior e, inclusive, ficou fora da lista de relacionados para o jogo na capital mato-grossense – apesar de ter agredido Marciel em atividade no CT Joaquim Grava, ele não integrou a delegação por causa da parte física.

Por fim, outro que tende a permanecer afastado é Yago. Titular da equipe após a saída de Felipe para o Porto (POR), o camisa 3 trata de contusão na coxa esquerda e, a princípio, não tem condições de jogo. Assim, Léo Santos seria o único zagueiro de ofício disponível para duas vagas.

O defensor firmou seu primeiro contrato profissional com o Timão, válido até 15 de setembro de 2018, na temporada passada. Na época, o garoto foi o representante corinthiano chamado pelo técnico Carlos Amadeu para a disputa do Mundial Sub-17 pela Seleção Brasileira.

Apesar de jovem, Léo Santos já ergueu o troféu do Sul-Americano Sub-17 pelo Brasil, além de ter se sagrado campeão mundial e da Taça BH pelo Corinthians. Em janeiro, foi titular da equipe dirigida pelo treinador Osmar Loss que chegou à final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, perdendo para o Flamengo nos pênaltis. Ele ainda não fez um jogo sequer como profissional.

Veja Mais:

  • Artilheiro do Brasileirão com 18 gols, Jô está escalado

    Corinthians é escalado com seis mudanças para clássico diante do Flamengo

    ver detalhes
  • Antes doo Dérbi, mais de 30 mil corinthianos apoiaram os jogadores alvinegros

    Diretor se anima com chance de mais treinos abertos na Arena: 'Talvez antes do próximo jogo'

    ver detalhes
  • Jô soma 18 gols pelo Corinthians neste Brasileirão

    Casagrande vê corinthiano Jô pronto para voltar à Seleção: 'Ano sensacional!'

    ver detalhes
  • Vágner Love foi quem marcou no empate decisivo para sagrar o título do Corinthians

    Há dois anos, Corinthians garantia hexa do Brasileirão com empate no Rio de Janeiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes