Flamengo faz gol com três jogadores impedidos; juiz valida o lance e prejudica Corinthians

Flamengo faz gol com três jogadores impedidos; juiz valida o lance e prejudica Corinthians

Por Meu Timão

Oswaldo de Oliveira reclamando com arbitragem

Oswaldo de Oliveira reclamando com arbitragem

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians foi muito prejudicado pela arbitragem no jogo deste domingo, contra o Flamengo, no Maracanã, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. O árbitro Anderson Daronco validou um gol rubro-negro irregular.

Aos 14 minutos do primeiro tempo, Diego bateu falta levantando a bola para a área do Corinthians. Três jogadores, incluindo Paolo Guerrero, estavam impedidos. O peruano cabeceou no canto esquerdo e balançou as redes.

"Um lance fácil para a arbitragem. Além de o jogador estar muito adiantado, era lance de bola parada, o que facilita para o bandeirinha", explicou Arnaldo César Coelho, ex-árbitro e comentarista da TV Globo.

Anderson Daronco já havia se envolvido em lance similar, também prejudicando o Corinthians. Em duelo contra o Fluminense, na Arena, no último dia 25, o árbitro validou gol impedido dos cariocas, sacramentando assim a derrota corinthiana naquele jogo.

Vale destacar que o gol irregular do Flamengo deixou o placar no Maracanã em 1 a 1. Antes de Guerrero marcar impedido, o Corinthians havia aberto o marcador com Guilherme.

Veja Mais:

  • Jô marcou o gol legal ainda no primeiro tempo do Majestoso na Arena

    Após polêmica, Lucas Pratto admite toque na bola em gol do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians tem interesse na contratação do lateral Dodô

    Corinthians se interessa por lateral, mas dívida dificulta negócio com Coritiba

    ver detalhes
  • Setor Norte da Arena Corinthians segue interditado para o início do Brasileirão

    Setor Norte da Arena segue interditado para Brasileiro; Corinthians pode ter dois clássicos 'vazios'

    ver detalhes
  • Mais um herói na arquibancada de cima

    [Walter Falceta] Mais um herói na arquibancada de cima

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes