Torcedores do Corinthians têm prisão decretada no Rio e vão para Bangu

Torcedores do Corinthians têm prisão decretada no Rio e vão para Bangu

Por Meu Timão

Torcedores do Flamengo que provocaram corinthianos não foram punidos

Torcedores do Flamengo que provocaram corinthianos não foram punidos

Os 31 torcedores do Corinthians detidos desde a noite de domingo após confronto com a polícia militar nas arquibancadas do Maracanã serão presos. A juíza Marcela Caran decretou a prisão preventiva nesta terça-feira, em audiência de custódia, no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A informação foi publicada pelo portal Uol.

No entendimento da Justiça carioca, os 31 corinthianos foram pegos em flagrante cometendo crimes de lesão corporal, dano qualificado, provocar tumulto em locais de jogos, resistência qualificada e associação criminosa. Os flamenguistas que iniciaram a confusão não foram sequer detidos pela polícia, vale destacar.

A audiência desta terça-feira teve duração de três horas e não contou com a presença do 32º corinthiano detido, que é menor de idade e foi assim encaminhado para a delegacia de menores e adolescentes. Alguns dos torcedores condenados à prisão preventiva choraram após a decisão da juíza.

Os torcedores, que já haviam passado a madrugada desta terça em Bangu, voltarão para o presídio. Eles ficarão em celas separadas. O corinthiano Fabio Barbosa Tomé, que tem câncer de pele, receberá tratamento na prisão.

Rafael Faria, advogado de defesa de um dos presos, alegou que entrará com pedido de habeas corpus. Ele denunciou a violência da polícia na ação que culminou na detenção dos corinthianos ainda no Maracanã.

"O meu cliente nem sequer estava no estádio no momento da agressão. A defesa acredita que a Justiça não teve pulso firme ao não individualizar as condutas de todos os torcedores. A Policia Militar também cometeu arbitrariedades. Muitos foram lesionados, temos imagens e fotos. Deve-se investigar as lesões do policial, mas também dos torcedores", afirmou.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes