Novo diretor sugere Corinthians com elenco para ser campeão e fala em reforços pontuais

5.4 mil visualizações 48 comentários

Por Meu Timão

Adauto foi apresentado ao lado de Roberto de Andrade

Adauto foi apresentado ao lado de Roberto de Andrade

Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O presidente Roberto de Andrade não esconde de ninguém que sua cabeça, em termos de planejamento, já está na temporada de 2017. E tal filosofia parece já estar incutida no novo diretor de futebol do Corinthians, Flávio Adauto. Durante sua apresentação, no CT Joaquim Grava, nesta sexta-feira, o dirigente falou sobre contratações para o ano que vem.

Ao ser questionado sobre as necessidades do elenco, Adauto surpreendeu. O novo diretor disse ter tomado como parâmetro o empate do último domingo, contra o Flamengo, no Maracanã, e assim apontou o Timão com uma equipe capaz de brigar pelo título do Brasileirão. Assim, eventuais reforços deverão ser contratados pontualmente.

"Pegamos como referência o jogo contra o Flamengo. Um time que briga pelo título e não vi nenhuma superioridade ao nosso time. Por vezes fomos superiores no Maracanã. Em outras ocasiões, o time foi mal, outros foi razoável. Neste último jogo, foi bem e pode melhorar. Vai precisar pontualmente (de reforços)", declarou, descartando assim uma grande reformulação no elenco alvinegro para a próxima temporada.

Roberto de Andrade, apesar de nunca ter falado em quantidade, já admitiu diversas vezes que, independentemente de quantos jogadores forem contratados pelo Corinthians, o importante é respeitar o orçamento do clube. Nomes de peso, portanto, não devem pintar no Timão para 2017. Adauto falou a respeito de tal planejamento do presidente.

"Pode ser que não seja essa a tônica (baixo custo e poucas contratações). Tenho 55 anos de convivência com o Emerson Piovezan (diretor financeiro). Falei com ele duas vezes já. pediu ponderação, que se espere, que está sendo projetado um orçamento para 2017. Depende da Libertadores, de novos recursos...Ele vai dar o norte. Loucura Roberto disse que não fará", comentou.

"Teve uma época que veio Paulinho, Ralf, Felipe...Não eram jogadores de nome e o time teve sucesso. Se tiver possibilidade de investimento maior, vai ser tentado. Tem de ter paciência. Estamos em outubro ainda. Começar a atropelar novembro e pensar em Libertadores antes de ter a vaga, não", acrescentou.

Até o momento, o Corinthians já acertou a contratação de dois nomes para 2017. São eles os atacantes Luidy, do CRB, e Jô, que estava sem clube. A busca da diretoria, ao menos nas últimas semanas, está centrada em ainda mais reforços para o ataque, casos de Roberson, do Juventude, e William Pottker, da Ponte Preta.

Veja Mais:

  • [Marco Bello] Como o Corinthians vai quitar a dívida com a Odebrecht pela construção da Arena

    ver detalhes
  • Jô pode assumir a titularidade do ataque do Corinthians no segundo semestre de 2020

    De Sidcley a Jô: podcast do Meu Timão debate ao vivo a nova escalação do Corinthians; veja detalhes

    ver detalhes
  • Ruan vinha sendo um dos grandes nomes do Sub-20 do Corinthians

    Corinthians trabalha para estender empréstimo de meia promovido por Tiago Nunes na volta aos treinos

    ver detalhes
  • Último jogo do Corinthians foi no dia 15 de março, com Arena vazia

    FPF define data para retorno do Paulistão e aguarda aval das autoridades para anunciar retomada

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez aguarda dinheiro de Pedrinho, mas transferência do meia ao Benfica-POR já estará contabilizada no balancete de 2020

    Corinthians prepara balancete de 2020 e incluirá dívida de mais de R$ 20 milhões com J. Malucelli

    ver detalhes
  • Maria Luiza, de 2, e Felipe, de 5 anos, já têm seus respectivos totens na Arena Corinthians

    Filhos de Cássio estarão na arquibancada da Arena Corinthians após paralisação

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: