Torcedores corinthianos prometem protesto na Arena contra repressão policial

Torcedores corinthianos prometem protesto na Arena contra repressão policial

Por Meu Timão

A torcida corinthiana se organiza para realizar um protesto na Arena Corinthians na tarde deste sábado. Aos 31 minutos do primeiro tempo da partida entre Corinthians e Chapecoense, a torcida pede para que todos os presentes no estádio permaneçam sentados e sem camisa, em alusão à opressão sofrida no Maracanã, no Rio de Janeiro, no último domingo.

Na ocasião, todos os torcedores homens que estavam presentes, membros de Torcidas Organizadas ou não, ficaram retidos pela polícia por cerca de três horas após o fim da partida. Durante este tempo, os torcedores foram submetidos à agressões físicas e verbais, enquanto os policiais militares interrogavam e prendiam torcedores.

Não se sabe porém quanto destes, acusados de participar da briga, estavam de fato envolvidos no episódio. De maneira arbitrária e sem nenhuma prova que não o reconhecimento dos policiais, os "escolhidos" foram detidos em Bangu. Entre eles está o torcedor André Tavares, que apesar de apresentar provas materiais em sua defesa, segue preso com mais 30 torcedores.

A manifestação foi organizada de forma horizontal e se espalhou por meio das redes sociais e mensagens pelo WhatsApp. A ideia ganhou força com a adesão de torcedores e grupos independentes, com o vlogger Corinthians Mil Grau, o página Corinthians em Memória e o grupo Coletivo Democracia Corinthiana. O protesto serve para alertar contra a repressão e pedir legalidade no processo que julga os presos no Rio de Janeiro, para que a justiça seja feita para quem comprovadamente tenha participado da ação, garantido que inocentes não fiquem presos injustamente.

Confira a publicação em algumas páginas corinthianas

Veja Mais:

  • Arena Corinthians tem promessa de bom público no domingo

    Corinthians vende mais de 27 mil ingressos contra o Botafogo; bilheterias abrem nesta quinta

    ver detalhes
  • 'General' Balbuena marcou na Colômbia e salvou o Corinthians

    Balbuena marca nos acréscimos e Corinthians se salva de vexame na Colômbia pela Sul-Americana

    ver detalhes
  • Balbuena (à esq.) auxiliou Carille na tradução de perguntas em espanhol após empate em Tunja

    Após noite de herói, Balbuena ataca de tradutor para Carille em entrevista coletiva

    ver detalhes
  • Timão sofreu, mas conseguiu empatar com Patriotas no 'apagar das luzes'

    Dez tweets que descrevem a sensação de todo corinthiano com o empate na Colômbia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes