Lucca desbanca colegas e ganha voto de confiança no Corinthians na reta final de 2016

Lucca desbanca colegas e ganha voto de confiança no Corinthians na reta final de 2016

Lucca está com moral alta com o técnico Oswaldo de Olivera

Lucca está com moral alta com o técnico Oswaldo de Olivera

Foto: Agência Corinthians

Com a lesão muscular de Guilherme e a convocação de Ángel Romero à seleção paraguaia, o técnico Oswaldo de Oliveira se viu em um dilema para escalar o homem de frente do Corinthians no duelo desta quarta-feira, contra o Figueirense. Conforme apontado nos últimos treinos, o escolhido para a vaga de centroavante (ou "falso 9") será Lucca, que ganha voto de confiança na equipe nesta reta final de temporada.

Lucca vem sendo bastante utilizado pelo técnico Oswaldo de Oliveira. Nas cinco primeiras partidas do treinador pelo Corinthians, o atacante entrou em campo em quatro oportunidades, sempre saindo do banco de reservas no segundo tempo.

No Orlando Scarpelli, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, ele será titular pela primeira vez em dois meses. Sua última partida na equipe principal aconteceu em 17 de setembro, na derrota do Corinthians por 2 a 0 para o Palmeiras.

Com 47 partidas disputadas em 2016, Lucca anotou nove gols (quatro no Paulistão, dois na Libertadores e três no Brasileirão). Ele é o terceiro principal goleador do Timão no ano, atrás apenas de Romero (15 gols em 53 jogos) e Rodriguinho (dez gols em 49 jogos).

Apoiado em tais números, Lucca superou a concorrência de colegas do elenco para se tornar titular nesta quarta. Contratado pelo clube no fim de agosto, o centroavante Gustavo foi desbancado pelo camisa 30, que tem mais facilidade para atuar pelas beiradas do campo. Os jovens Isaac, Léo Jabá e Carlinhos seguem sem estrear pelo clube alvinegro.

Lucca, hoje com 26 anos, chegou ao Corinthians em setembro do ano passado e se destacou na reta final do Brasileirão daquela temporada como espécie de talismã de Tite. Tais boas atuações lhe renderam renovação contratual após o Paulistão de 2016. O atual vínculo tem validade até abril de 2019.

Veja mais em: Lucca.

Veja Mais:

  • 'General' Balbuena marcou na Colômbia e salvou o Corinthians

    Balbuena marca nos acréscimos e Corinthians se salva de vexame na Colômbia pela Sul-Americana

    ver detalhes
  • Balbuena (à esq.) auxiliou Carille na tradução de perguntas em espanhol após empate em Tunja

    Após noite de herói, Balbuena ataca até de tradutor para Carille em coletiva

    ver detalhes
  • Timão sofreu, mas conseguiu empatar com Patriotas no 'apagar das luzes'

    Dez tweets que descrevem a sensação de todo corinthiano com o empate na Colômbia

    ver detalhes
  • Moisés foi um dos destaques negativos do Corinthians nesta quarta

    Torcida do Corinthians salva Balbuena e detona dupla de jogadores após empate na Colômbia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes