Oswaldo desmente pagamento de salários atrasados, mas minimiza questão

Oswaldo desmente pagamento de salários atrasados, mas minimiza questão

Por Meu Timão

Confirmando salários em atraso, Oswaldo garantiu comprometimento em campo

Confirmando salários em atraso, Oswaldo garantiu comprometimento em campo

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Desmentindo informação difundida nesta sexta-feira, o técnico do Corinthians, Oswaldo de Oliveira, garantiu que os salários em atraso no clube seguem da mesma maneira. Afirmando que se enquadra na lista dos ordenados atrasados, o técnico declarou que o desempenho da equipe segue o mesmo.

A informação era de que apenas atletas e funcionários do futebol no Corinthians não haviam recebido seus ordenados em dia, além de alguns jogadores da base que entraram de férias antecipadamente. Hoje, porém, Oswaldo de Oliveira confirmou que também está na lista dos credores do clube, e deu a entender que o atraso é generalizado.

"Sim, tudo está atrasado", afirmou o treinador durante entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT Joaquim Grava. Ainda assim, o técnico garantiu comprometimento da equipe em campo. Destacando que a manutenção do bom ambiente é prioridade, e o treinador afirmou que não vê problema na situação.

"Isso depende muito das circunstâncias. Eu já passei algumas vezes, sem problema nenhum. O mais importante é a manutenção do ambiente, os jogadores não passam nada de sensação sobre isso, trabalharam com o empenho de sempre", alegou.

O atraso nos ordenados dos jogadores é relativo ao mês de outubro. O acerto, que deveria ter sido realizado no quinto dia útil deste mês, foi postergado por conta de problemas financeiros no clube.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro e Oswaldo de Oliveira.

Veja Mais:

  • Treino com torcida na Arena Corinthians não é novidade

    Organizadas pedem e último treino antes do Dérbi terá presença da torcida na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes