Com lágrimas nos olhos, árbitro assume erro com Gabriel: 'Só peço que minha carreira não acabe'

Com lágrimas nos olhos, árbitro assume erro com Gabriel: 'Só peço que minha carreira não acabe'

259 mil visualizações 489 comentários Comunicar erro

Thiago Duarte Peixoto deixa a Arena Corinthians de terno e gravata

Thiago Duarte Peixoto deixa a Arena Corinthians de terno e gravata

Foto: Rodrigo Vessoni

Jô fez o gol, Maycon jogou muito, Pablo e Balbuena tiraram todas... mas o maior personagem do Dérbi desta quarta-feira foi Thiago Duarte Peixoto. O árbitro expulsou de forma equivocada o volante Gabriel, e quase complicou a vida corintiana diante do maior rival em Itaquera. Após o jogo, Thiago resolveu se pronunciar. O árbitro lamentou o equívoco.

"Realmente houve um erro da arbitragem em um lance pontual feito por mim. No lance de contra-ataque, onde o jogador vai no contra-ataque, as diretrizes são de que se impede um lance promissor tem que aplicar amarelo e foi o que eu fiz, porém ao jogador errado", explicou.

"Eu sei disso porque, após a partida, temos um feedback dos diretores da arbitragem que viram a partida. Por que eu me confundo? No momento em que jogador puxa, o Pablo dá uma chegada dura por baixo onde fico preocupado. Quando levanto a cabeça, vejo o Gabriel. Olhei para ele e apliquei o amarelo erroneamente", completou o árbitro.

Thiago Duarte Peixoto falou também sobre o aviso que recebeu do quarto árbitro, Alessandro Darcie, que foi flagrado pela TV Globo deixando claro: "Não foi o Gabriel, não foi o Gabriel".

"Fui questionado também sobre o quarto árbitro ter me informado, mas foi questionado com assistentes porque achavam que eu dava a falta por baixo e não foi a falta que dei. Dei pelo puxão do Maycon, o amarelo para o Gabriel", disse.

Por fim, já com lágrimas nos olhos, Thiago Duarte Peixoto lamentou o erro e pediu que sua carreira não seja encerrada pelo erro no Dérbi.

"Escolhi ser árbitro. Escolhi isso para a minha vida e se não estiver preparado para erros e acertos...se a comissão confiou em mim é porque eu merecia e espero continuar a carreira", declarou.

"Sim, é um aprendizado errar num clássico. Em um jogo de importância dessas. Foi o que escolhi para mim. Já passei por momentos delicados na vida pessoal e agora na vida profissional. Espero com muita fé e força de vontade continuar a carreira. Como quem comete um equívoco no trânsito, como quem não faz um gol. Eu apliquei o amarelo. Espero do fundo do meu coração que a minha carreira continue", finalizou.

Veja mais em: Erros de arbitragem, Derbi e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Timão pode erguer troféu da Liga Ouro já na sexta-feira, na casa do São José

    Corinthians vence batalha com quatro prorrogações e fica a uma vitória do título da Liga Ouro

    ver detalhes
  • Maioria dos titulares de Loss já completou sétimo jogo no BR; Cássio e Fagner, sequer seis

    Doze corinthianos já completaram sete jogos no Brasileirão; veja quem ainda pode se transferir

    ver detalhes
  • Caetano tem 18 anos e estava no Botafogo

    Corinthians acerta contratação de zagueiro indicado por Barroca, técnico do Sub-20

    ver detalhes
  • Léo Jabá tem contrato de cinco temporadas com o FC Akhmat Grozny

    Jabá encaminha transferência à Grécia, e Corinthians pode ganhar mais de R$ 4 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes