'Justiceiro' do Corinthians, Jô lamenta trapaça palmeirense: 'Jogador tem de respeitar'

7.0 mil visualizações 65 comentários

Por Meu Timão

Jô estufou as redes do Palmeiras na Arena Corinthians

Jô estufou as redes do Palmeiras na Arena Corinthians

Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

A vitória chorada e "mais do que justa" do Corinthians para cima do Palmeiras na noite da última quarta-feira ainda deixa o atacante Jô impressionado. Não pela emoção de balançar as redes logo em seu primeiro Dérbi nesta segunda passagem pelo Timão, mas pela atitude dos jogadores palmeirense no decorrer da partida.

Em entrevista reproduzida pelo site do SporTV nesta quinta-feira, Jô lamentou a falta de respeito dos adversários ao longo do clássico. No lance em que o árbitro Thiago Duarte Peixoto expulsou erroneamente Gabriel, nenhum palmeirense alertou a equipe de arbitragem sobre o equívoco. Ademais, lances como a cotovelada de Vitor Hugo em Pablo evidenciaram a comportamento no mínimo não-respeitoso do rival com os corinthianos.

"Foi tudo muito rápido, só acho um pouco errado da parte deles pressionarem sabendo que não foi o Gabriel que fez a falta. Foi muito nítido, eu até revendo o lance, dificilmente, não posso julgar o árbitro, ele errou, assumiu o erro, terá a punição que todo mundo que erra terá. Mas vi que os jogadores do Palmeiras estavam induzindo. O jogador tem que respeitar", declarou o atacante Jô.

Do alto de sua experiência de 13 anos de futebol profissional, Jô contou um pouco dos bastidores do vestiário do Corinthians na Arena durante o intervalo do Dérbi, instantes após Gabriel ter sido expulso erroneamente. Ali, coube aos jogadores mais maduros tentar colocar a cabeça dos mais nervosos no lugar.

"No intervalo estava muito tenso o clima. Até nós que temos um pouco mais de experiência tentamos acalmar os jogadores porque passaram por aquela situação confusa. Deu tempo do professor Carille orientar bem, falar o que tínhamos que fazer na partida, e graças a Deus deu tudo certo", contou.

Vale lembrar que foi o camisa 7 do Timão quem deu ares de justiça ao clássico dessa quarta. Ao sair do banco de reservas, Jô fez gol que garantiu a vitória do Corinthians, que atuou ao longo de toda a segunda etapa com um jogador a menos de forma injusta.

Veja mais em: , Gabriel e Pablo.

Veja Mais:

  • Banco BMG deve mudar as cores de seu logo no novo uniforme do Corinthians

    Patrocinador desafia torcida do Corinthians e condiciona logotipo preto e branco a novas contas

    ver detalhes
  • Corinthians ficou no empate por 1 a 1 com o Ituano no último compromisso antes da paralisação

    Governador de São Paulo indica prazo para anunciar retorno do Paulistão; saiba previsão

    ver detalhes
  • VÍDEO: Nova camisa do Corinthians não é só no futebol: olha essa história do Free Fire do Timão

    ver detalhes
  • Manhã foi de trabalhos coletivos no CT Joaquim Grava

    Tiago Nunes comanda trabalhos coletivos em reapresentação do Corinthians após folga; veja fotos

    ver detalhes
  • Gabriel Pereira vem treinando com os profissionais do Corinthians

    Técnico que trouxe Gabriel Pereira ao Corinthians analisa chegada do meia ao profissional

    ver detalhes
  • Elenco trabalha com bola desde a última quarta-feira

    Corinthians inicia segunda semana de trabalhos com bola no CT; relembre como foram primeiros dias

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: