Kazim é destaque em jornal inglês e fala sobre Corinthians: 'Encontrei minha casa'

Kazim é destaque em jornal inglês e fala sobre Corinthians: 'Encontrei minha casa'

Por Meu Timão

201 mil visualizações 240 comentários Comunicar erro

Kazim é um dos destaques do Corinthians neste início de temporada

Kazim é um dos destaques do Corinthians neste início de temporada

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Um dos destaques do Corinthians neste início de temporada, o inglês naturalizado turco Colin Kazim levou o nome do Timão, nesta quinta-feira, para a capa de esportes de um dos maiores jornais do mundo. O atacante alvinegro concedeu entrevista ao The Guardian, da Inglaterra.

Durante a conversa com o jornalista Nick Ellerby, no próprio centro de treinamento do Corinthians, Kazim descreveu um pouco do que já sente como jogador do Timão. Ele foi contratado no início desta temporada, vindo do Coritiba.

"(No Corinthians) Treino é jogo e jogo é guerra (...) Um monte de time se cansou disso (estilo aguerrido), mas no Corinthians isso não acontece. A torcida gosta disso. É como se eu estivesse encontrado a minha casa", declarou.

Kazim foi destaque na seção de futebol do The Guardian

Kazim foi destaque na seção de futebol do The Guardian

Reprodução

"Eu sou 'tudo ou nada' pelo meu time em quaisquer situação e lugar. Se você estiver mexendo com meu colega de jogo, vou tomar partido disso. Se você tentar provocar alguém, vou tomar partido disso (...) Isso é o que acontece quando você é um general", completou.

estilo aguerrido de Kazim, que na opinião do atacante o faz se identificar com a torcida corinthiana, tem origem em sua história de vida. Hoje com 30 anos, ele disse já ter passado fome, sofrido por conta de racismo e visto diversos amigos e parentes morrerem vítimas das mais diferentes formas de violência.

"Na Turquia, você não tem escolha sobre se juntar ao militarismo. Meus primos fizeram isso. O pai de um amigo morreu em um ônibus que explodiu (...) Vários primos e amigos meus estão presos ou mortos", contou.

"Eu tenho várias raças. Sou um turco das Índias Ocidentais oriundo do Leste de Londres. Eu falo três línguas, ganhei três títulos de Liga, três Super Copas e uma medalha de bronze da Euro. Para alguém que vem de onde eu venho, ter visto e feito tudo isso é uma fantasia", acrescentou.

Durante sua apresentação como jogador do Corinthians, em janeiro, Kazim já havia comovido a imprensa presente no CT Joaquim Grava ao falar sobre seu passado. Naquele dia, fez questão de ficar lado a lado com a esposa e os dois filhos, atitude pouco comum entre jogadores de futebol brasileiros.

"Minha família não tinha direito, meus amigos foram presos. Eu tive sorte por ser jogador. Minha mãe cozinhava para mim e meus irmãos, igual toda a torcida corintiana. Ser chamado de Gringo da Favela é normal para mim. Eu conheço essa realidade", dissera, na ocasião.

Vale destacar que Kazim é hoje um dos titulares do técnico Fábio Carille no Corinthians. Ele começou a partida da última quarta-feira, contra o Brusque, na equipe principal. Em relação ao time que iniciou 2017, o "gringo da favela" já desbancou o veterano Jô, por exemplo.

Veja mais em: Kazim.

Veja Mais:

  • Corinthians vem de derrota para o Santos na última partida disputada pelo Brasileirão

    Corinthians é ultrapassado, vê Z4 embolar e fica a cinco pontos da vice-lanterna; veja classificação

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians terá duas opções para assistir ao jogo contra o Vitória

    Dois canais de TV transmitem jogo entre Corinthians e Vitória neste domingo

    ver detalhes
  • Adriana marcou gol da vitória do Corinthians na primeira final do Brasileirão Feminino

    Corinthians vence final fora de casa e fica a um empate de título inédito do Brasileiro Feminino

    ver detalhes
  • Corinthians realizou treinamento com portões fechados para a imprensa neste sábado

    Escalação segue indefinida, e Corinthians tem 22 relacionados para jogo contra Vitória

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes