Corinthians colocava fim em marca santista no estadual há 49 anos

2.3 mil visualizações 26 comentários

Por Meu Timão

Corinthians anulou o Santos de Pelé jogando no Pacaembu

Corinthians anulou o Santos de Pelé jogando no Pacaembu

Divulgação

Sem vencer o Santos em jogos válidos pelo Campeonato Paulista ao longo de 11 anos, o Corinthians foi a campo no dia 6 de março de 1968, no estádio do Pacaembu. Contando com Ditão e Rivelino na equipe, o Timão encarou o qualificado rival liderado por Pelé e Edu. Com o placar de 2 a 0 no marcador, o Corinthians não só superou o clube do litoral, como também pôs fim ao tabu pelo estadual.

Sob enorme expectativa e classificado como o 'duelo do ano', Corinthians e Santos travaram batalha muito disputada nos primeiros minutos de bola rolando. Porém, aos poucos, o Timão, incentivado pelo barulho da Fiel nas arquibancadas, começou a se impor na partida e ficar cada vez mais perto do gol.

Sem gols no clássico durante o primeiro tempo, o Corinthians retornou ao gramado determinado em concluir suas oportunidades. E então, aos 13 minutos da segunda etapa, em um belo chute de fora da área, Paulo Borges estufou as redes santistas, levantou a torcida e inaugurou o marcador no Pacaembu, 1 a 0.

Em desvantagem, o Santos despertou na partida e foi ao ataque em busca do gol de empate, mas parava da zaga corinthiana. O Timão, aos 31 minutos, praticamente assegurou o triunfo após o gol de Flávio. Em jogada rápida, o atleta recebeu a bola dentro da área, se livrou da marcação, cortou para a perna direita e anotou o segundo tento do Corinthians no jogo, 2 a 0.

Comandado por Lula - que havia treinado o Santos nos últimos dez anos e conhecia bem o adversário -, o Timão foi a campo com: Diogo; Osvaldo Cunha, Ditão, Luis Carlos (Clóvis) e Maciel; Édson Cegonha e Rivelino; Buião, Paulo Borges, Flavio e Eduardo.

É importante ressaltar que o tabu foi válido somente no estadual, tendo em vista que o Corinthians venceu o adversário por quatro vezes durante o período de 11 anos em outros torneios.

Veja mais em: Jogos Históricos.

Veja Mais:

  • Corinthians terá um novo logo na manga de seu uniforme

    Corinthians fecha patrocínio para mangas da camisa e terá participação nos lucros da empresa

    ver detalhes
  • Pedrinho ainda não se apresentou ao Benfica, de Portugal

    Benfica planeja adiar pagamento de Pedrinho para 2021; Corinthians se posiciona

    ver detalhes
  • Live do Meu Timão: volta do Paulistão e os novos titulares do Corinthians de Tiago Nunes

    VÍDEO: Programa do Meu Timão | Volta do Paulistão e novos titulares do Corinthians de Tiago Nunes

    ver detalhes
  • A Fiel não pode tratar Gabriel Pereira como a solução dos problemas do Corinthians

    [Andrew Sousa] A Fiel não pode tratar Gabriel Pereira como a solução dos problemas do Corinthians

    ver detalhes
  • Elenco principal do Corinthians voltou a ficar três meses com salário atrasado

    Corinthians volta a somar três meses de salário atrasado com elenco principal

    ver detalhes
  • 'Sabe o que o patrocinador do Corinthians poderia fazer agora?' | O BMG na nova camisa do Corinthians

    VÍDEO: 'Sabe o que o patrocinador do Corinthians poderia fazer agora?' | O BMG na nova camisa do Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

  • Comentário mais curtido

    Foto do perfil de Jonathan

    Ranking: 1704º

    Jonathan 815 comentários

    por @jonsccp82

    A partida histórica em que o Rivellino, ao lado dos goleadores Paulo Borges e Flávio Minuano, comeram a bola e enterraram o tabu de 11 anos.

    Aquela equipe de 1968 poderia ter sido campeã em 1969 se não fosse o trágico acidente que vitimou o Eduardo e o Lidu.

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de nacib

    Ranking: 251º

    Nacib 3420 comentários

    26º. por @nacibabu

    Meu inesquecível aniversário de 8 anos de idade transcorria já no final, quando a TV (preta e branco) interrompeu a programação para passar os gols e noticiar o FIM DO TABU (fajuto), mas que usavam para zoar muito a FIEL...que a cada ano crescia mais e mais...até se transformar nessa Nação maravilhosa que nos enche de orgulho pelos 4 cantos do planeta!

  • Publicidade

  • Foto do perfil de FERNANDO

    Ranking: 840º

    Fernando 1432 comentários

    25º. por @del.debbio

    Tabu de 11 anos só no Paulista, vale sempre salientar isso, nunca existiu tabu de 11 anos o que existiu foi um tabu em apenas um torneio

  • Foto do perfil de Hugo

    Ranking: 10º

    Hugo 30177 comentários

    24º. por @domhugoleonardo

    Nostalgia

  • Foto do perfil de paulo

    Ranking: 8587º

    Paulo 125 comentários

    23º. por @paulo.gomes9

    Um time que só é conhecido por ter tido o Pelé não pode ser considerado grande!

  • Foto do perfil de Carlos

    Ranking: 14361º

    Carlos 54 comentários

    22º. por @caduevangelista

    Futebol RAIZ

  • Foto do perfil de Fielipe

    Ranking: 4299º

    Fielipe 314 comentários

    21º. por @fielipe

    Tabu: invencibilidade do Corinthians durou 8 anos e três meses.
    Desde 31/07/1975 à 23/10/1983.? Foi a Era SÓCRATES e da democracia corintiana, porém o? Magrão? Foi contratado em 1978.
    Em 08/02/1976 houve partida realizada pela Taça Governador do Estado, na qual o time praiano saiu vencedor por 1x0 na Vila Belmiro. Se considerado, esta partida, reduz um pouco o Tabu para 7 anos e 8 meses, separando o tabu de mais de 8 anos, como sendo relacionado ao Campeonato Paulista, e o de quase 8 anos referindo-se ao período em que o Peixe não venceu o Mosqueteiro em nenhum tipo de torneio profissional, nem mesmo Torneio Início, Torneio Laudo Natel ou qualquer torneio menor, o que não aconteceu no tabu favorável aos santistas, pois erradamente mencionam quase 11 anos de tabu contra o Corinthians? Esquecendo-se? Propositadamente que este período refere-se apenas as disputas pelo Campeonato Paulista. Ou seja:

    Por qualquer torneio o tabu santista reduz-se à 5 anos enquanto o Corinthians impôs quase 8

  • Foto do perfil de Fielipe

    Ranking: 4299º

    Fielipe 314 comentários

    20º. por @fielipe

    Sei que a matéria descreveu em seu final, de forma correta, que o Tabu de quase 11 anos refere-se ao clássico alvinegro pelo Campeonato Paulista.

    Porém muitos não sabem (inclusive corintianos), que o Corinthians impôs ao time do Santos uma sequência de 19/10/1969 a 26/11/1972 (3 anos) em que o Santos/Pelé permaneceu sem ganhar do Corinthians em qualquer campeonato, pois o Pelé ficou no Santos de 1956 à 1974 e em 75 ele foi para o Cosmos nos EUA.

    Até mesmo porque o famoso tabú santista refere-se ao período de 03/11/1957 à 10/12/1967, porém em em 27/03/1958 pelo torneio Rio-São Paulo o Corinthians venceu o Santos por 2à1 com o Pelé em campo. O Corinthians também venceu este mesmo Santos pelo Rio-São Paulo em 1960, em 1961 e em 1962 pela Taça São Paulo, inclusive vencendo esta mesma taça em cima do Santos empatando por 3à3 em 21/06/1962.

    O Correto seria afirmar que o Santos ficou sem perder para o Corinthians em qualquer competição no período de 23/09/1962 à 10/12/1967 (5 anos).

  • Foto do perfil de Ciro

    Ranking: 5º

    Ciro 39344 comentários

    19º. por @ciro.hey

    Riva... Perdemos de manter ele aqui para conquistar títulos.
    Uma pena o destino dele.