Perto de estreia no Brasileiro Feminino, técnico do Corinthians/Audax projeta 2017

Perto de estreia no Brasileiro Feminino, técnico do Corinthians/Audax projeta 2017

Por Meu Timão

890 visualizações 12 comentários Comunicar erro

Corinthians/Audax estreia no Brasileirão Feminino neste domingo, às 15h30

Corinthians/Audax estreia no Brasileirão Feminino neste domingo, às 15h30

Divulgação

Depois de uma campanha vitoriosa em 2016, o Corinthians/Audax se prepara para a sua estreia no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino desta temporada. A equipe entra em campo neste domingo, diante do São Francisco, às 15h30 (de Brasília), no estádio Junqueira Ayres. Nos ajustes dos últimos detalhes para entrar em campo, o técnico Arthur Elias comentou as suas expectativas para 2017 e fez uma análise sobre o elenco corinthiano.

Contando com jogadores remanescentes do time campeão da Copa do Brasil Feminina do ano passado, o treinador acredita na homogeneidade do grupo. “Sem dúvidas a nossa coletividade é muito forte. Ficaram valiosíssimas atletas e conseguimos uma reposição de nível para as jogadoras que se transferiram para fora do país. Esse é um elenco bem qualificado e homogêneo na questão técnica e física”, comentou o técnico corinthiano.

“As atletas que chegaram estão com um bom entendimento dos conceitos que trabalhamos aqui ao longo desses anos e, assim, com certeza teremos uma equipe qualificada para botar em campo em todos os momentos, independentemente das adversidades que aparecem ao longo do ano. Foi uma montagem de grupo aliando a força, com o que vamos disputar e a tabela de jogos”, completou.

Leia mais: Por que Corinthians e Audax terão times distintos no brasileirão feminino de 2017?

Mesmo tendo o topo da tabela como alvo e reconhecendo a força de seu elenco, Arthur Elias garantiu que não enxerga o Corinthians/Audax como grande favorito da competição nacional. Conhecedor da modalidade, o treinador ressaltou o grande nivelamento no futebol feminino brasileiro.

“Não nos colocamos como favoritos, mas sim como um time forte, de boas jogadoras, bons membros da comissão técnica e que vai brigar com outras boas equipes. Podemos ser um dos favoritos, mas existem outros também altamente qualificados, pois o futebol feminino está muito nivelado atualmente. Sabemos que nossa equipe foi montada para brigar em cima, estamos qualificados para brigar pelo título e preparados para assumir essa responsabilidade, mas não vejo essa questão de favoritismo”, finalizou.

Pela primeira fase do Campeonato Brasileiro, o Corinthians/Audax terá que passar por desafios diante do Audax, Vitória-PE, Iranduba, Kindermann-SC, Grêmio e Sport após a estreia contra o São Francisco. Todos as equipes estão incluídas no Grupo 1 do torneio nacional.

Veja mais em: Futebol feminino.

Veja Mais:

  • Clayson, Luan, Sornoza, Marciel e Matheus Matias: confira o vaivém no Corinthians neste fim de 2018

    Corinthians no mercado da bola: saiba quem chega, quem sai e quem negocia com o Timão para 2019

    ver detalhes
  • Boa parte da grana deixada pelo torcedor na Arena Corinthians não vai para o Fundo

    Despesas levam R$ 15,5 mi da bilheteria do Corinthians em 2018; veja levantamento do Meu Timão

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians deposita altas doses de esperança no retorno de Carille

    Torcida do Corinthians coloca retorno do Carille no topo dos assuntos mais comentados do Brasil

    ver detalhes
  • Uendel, um dos alvos do Corinthians, tem 30 anos; 11 a mais que o atual titular Carlos Augusto

    Corinthians aumenta 'filtro de idade' em buscas indicadas por Carille no mercado da bola

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes