Pottker coloca pedra sobre Corinthians, mas avisa: 'Não vão estragar a história desse clube'

255 mil visualizações 130 comentários

Por Meu Timão

Depois de ficar perto do Timão, Pottker foi contratado pelo Internacional

Depois de ficar perto do Timão, Pottker foi contratado pelo Internacional

Alexandre Battibugli/Fotoarena

O nome de William Pottker foi certamente o mais comentado entre os torcedores do Corinthians no início de fevereiro. Isso porque o atacante da Ponte Preta chegou a estar apalavrado com o Timão, mas o acordo antes dado como certo logo caiu por terra. Passados quase dois meses, o artilheiro do Campeonato Paulista com oito gols voltou a dar sua versão do ocorrido.

De acordo com Pottker, em momento algum a diretoria alvinegra o procurou para tratar de sua contratação. “Queria até dar um ponto final nisso, até porque já passou, estou vivendo outro bom momento, mas vou tentar ser breve. Foi um momento chato, eu tinha de entrar em campo até porque é o clube que está pagando meu salário, isso é uma coisa básica. Também não tinha nenhum acordo específico quanto a isso, não recebi nenhuma ligação e eu tinha que apenas entrar em campo”, reafirmou Pottker em entrevista à ESPN Brasil.

O ápice do caso envolvendo atleta, Corinthians e Ponte aconteceu no dia 8 de fevereiro, momentos antes da estreia do Timão na Copa do Brasil. Apalavrado com o time da capital paulista, William foi escalado pela equipe do interior para enfrentar a Campinense e, assim, não pôde mais reforçar o esquadrão comandado por Fábio Carille no torneio nacional.

A situação gerou revolta de torcedores corinthianos nas redes sociais, que pediram o fim das tratativas, decisão tomada posteriormente pela alta cúpula do clube. Ainda segundo o atacante, ele só atuou normalmente diante da Campinense porque não recebeu sequer um telefonema do Timão. “Não que me obrigaram, mas eu entrei porque ninguém me falou nada”, justificou.

Cerca de uma semana depois, o jogador foi anunciado como reforço do Internacional, que disputará a Série B do Campeonato Brasileiro. “A negociação do Inter é uma coisa que já vinha acontecendo, vinha tendo uma conversa e acabou se concretizando. Foi bom para a Ponte Preta, foi bom para mim e bom para o Inter. Eu também pedi apenas que ficasse para disputar o estadual pela Ponte e, se Deus quiser, a gente vai conseguir esse título inédito. E vida que segue no segundo semestre”.

Antes de pôr fim à entrevista, Pottker disse não guardar qualquer mágoa nem do Corinthians nem de dirigentes do time. “Minha cabeça está totalmente aqui na Ponte, desejo tudo de bom para o Corinthians também, não guardo nenhum rancor de lá, pelo contrário, desejo sorte para eles. É uma grande equipe e não vai ser eu nem ninguém que vai estragar a história desse clube”, finalizou.

Veja mais em: Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Jacinto Antônio Ribeiro, o "Jaça", conselheiro vitalício do clube, e pivô de conflito com Brazil nas últimas semanas; Márcio Bittencourt, ex-jogador e ex-treinador da base do clube

    Desentendimento na base do Corinthians separa Sub-23 das demais categorias; entenda

    ver detalhes
  • Sylvinho tem 16 jogos no comando do Corinthians, com mais derrotas (seis) do que vitórias (quatro), além de seis empates; saldo de gols também é negativo (12x16) e o aproveitamento é de 37,5%

    Pressão sobre Sylvinho aumenta no Corinthians; dois fatores jogam a favor do treinador

    ver detalhes
  • Renato Augusto fez primeiro treino com os companheiros de equipe nesta segunda-feira

    Corinthians se reapresenta e Renato Augusto faz primeiro treino com elenco no CT Joaquim Grava

    ver detalhes
  • Entre 2016 e 2018, Léo Príncipe esteve presente em 24 partidas no profissional e marcou um gol

    Corinthians faz acordo na Justiça e quitará dívida com Léo Príncipe em 12 parcelas; veja os detalhes

    ver detalhes
  • Bloqueio é referente a valores não pagos à Federação das Associações de Atletas Profissionais

    Corinthians tem quase R$ 2 milhões bloqueados pela Justiça por dívida com programa social

    ver detalhes
  • Giuliano e Renato Augusto estiveram na Neo Química Arena e viram in loco a derrota para o Flamengo, por 3 a 1; dupla ainda não tem condições legal e física para entrar em campo

    Corinthians pode não ter Renato Augusto contra o Santos; Giuliano tem mais chances de atuar

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x