Sanchez cobra elenco corintiano

Sanchez cobra elenco corintiano

Por Meu Timão

Sanchez não esconde que identificou alguns problemas

Sanchez não esconde que identificou alguns problemas

De maneira discreta, a diretoria do Corinthians vai cobrar a equipe. A derrota por 1 a 0 para o Paulista, na quarta-feira, que custou a saída do time da zona de classificação para a semifinal do Campeonato Paulista, acendeu o sinal de alerta entre os dirigentes. Além da perda da vaga entre os quatro classificados, o presidente Andrés Sanchez identificou que a paciência da torcida está perto do limite. E, para não perder o controle, promete agir.

A primeira conversa com atletas e integrantes da comissão técnica ocorrerá neste fim de semana, durante a concentração para o clássico de domingo, diante do São Paulo, decisivo para as pretensões de ambos. Sanchez não esconde que identificou alguns problemas e que a solução passa por uma atitude mais enérgica. "Às vezes eles se mostram um pouco dispersos. Parece que só pensam na Libertadores e esquecem do Paulista. Só que montamos um elenco grande, capaz de tocar bem as duas competições", explicou. "Converso com eles sempre às segundas-feiras e nas concentrações. Seguirei essa rotina. Temos de ter mais concentração. E essa conversa de que existe briga interna é bobagem. Isso posso garantir. O ambiente é ótimo."

Parte do discurso de Sanchez será voltada exatamente para manter o bom clima entre os atletas. Porém, isso passa necessariamente pelo humor dos torcedores. "A torcida está impaciente. É um problema, pois precisamos de todo mundo jogando do mesmo lado", analisou. "Agora, o que aconteceu com o Ronaldo, anteontem, (veja abaixo) foi com meia dúzia de pessoas. Entenda a diferença."

"Conselho". Outra questão que na avaliação do presidente alvinegro tem dificultado o desempenho do time é a indefinição de um time titular. Sanchez reconhece que vários atletas podem ser aproveitados de acordo com a característica da partida (dentro e fora de casa) ou do adversário, mas entende que o entrosamento, pelo menos nesse momento da temporada, já deveria estar melhor.

Para evitar que a polêmica cresça, o dirigente não cita nomes. Mas o Estado conversou ontem com outros dois diretores ligados a Sanchez. Está claro que a situação de Danilo, que não consegue jogar uma partida inteira, e de Tcheco, apagado na maioria dos jogos, incomoda a cúpula. Preocupado com o que chama de necessidade da mídia e de parte da torcida em apontar culpados pelo mau momento do time, o diretor de futebol, Mário Gobbi, deixou claro que o assunto será tratado internamente e com tranquilidade. "Não é porque o time não está rendendo o que esperávamos que vamos derrubar todo o planejamento. Confio na equipe e vamos melhorar, pode ter certeza", afirmou. "Aqui não tem Jesus Cristo. Ninguém será crucificado. Não vamos entregar a cabeça desse ou daquele em uma bandeja para dar satisfação."

Fonte: Estadão

Veja Mais:

  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes
  • Luidy foi nomeado o melhor jogador do estado de Alagoas em 2016

    Reforço do Corinthians é eleito melhor jogador do ano em AL

    ver detalhes
  • Guilherme foi o destaque da atividade coletiva pelo segundo dia consecutivo

    Dupla volta, e Oswaldo vê time titular brilhar em treino do Corinthians; veja a escalação

    ver detalhes

O time do Corinthians deve melhorar?

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes