Em nota, Corinthians divulga número de cadeiras quebradas na Arena e promete busca por direitos

Em nota, Corinthians divulga número de cadeiras quebradas na Arena e promete busca por direitos

Por Meu Timão

120 mil visualizações 133 comentários Comunicar erro

Confusão aconteceu antes e no intervalo da partida contra a La U

Confusão aconteceu antes e no intervalo da partida contra a La U

Foto: Vinicius Souza / Meu Timão

No início da tarde desta quinta-feira, o Corinthians divulgou uma nota oficial sobre a confusão envolvendo os torcedores da Universidad de Chile e a Polícia Militar na Arena em Itaquera. O clube divulgou no texto o balanço do prejuízo sofrido com as depredações feitas pelos chilenos no estádio alvinegro.

A confusão que se iniciou no setor visitante da Arena resultou na prisão de 26 torcedores chilenos. Segundo o Timão, 218 peças foram quebradas na confusão. Outros itens como tampa de vaso sanitário e até uma porta de vidro também entraram no balanço.

"Os atos de depredação da torcida visitante resultaram em 218 peças, entre assentos e encostos, quebradas. Foram arrancados, também, um corrimão da arquibancada visitante e uma tampa de um vaso sanitário, além de uma porta de vidro do portão de credenciamento do estádio", escreveu o clube.

No comunicado, o Corinthians ainda garante que o clube vai buscar seus direitos junto à Conmebol e que auxiliou a Polícia Militar na identificação dos torcedores envolvidos na confusão.

Os torcedores seguem presos na Zona Leste de São Paulo. Entre eles, está um jornalista que filmava o ocorrido. A confusão teve início antes do começo da partida, quando os chilenos começaram a depredar as cadeiras e jogar na direção da Fiel. No intervalo, a Polícia Militar relatou que ao tentar efetuar a prisão dos torcedores já identificados por câmeras, houve mais confusão entre os chilenos e a PM.

Confira a nota oficial do Corinthians na íntegra

O Corinthians lamenta profundamente os fatos ocorridos ontem, na Arena Corinthians, envolvendo a torcida da Universidad de Chile e informa que irá buscar seus direitos junto aos órgãos competentes da Conmebol.

Os atos de depredação da torcida visitante resultaram em 218 peças, entre assentos e encostos, quebradas. Foram arrancados, também, um corrimão da arquibancada visitante e uma tampa de um vaso sanitário, além de uma porta de vidro do portão de credenciamento do estádio.

Diante de tais acontecimentos, a Polícia Militar agiu prontamente para restabelecer a ordem, coibindo os atos de vandalismo e a depredação do patrimônio. Desde ontem, o Corinthians vem colaborando com as autoridades e órgãos responsáveis, para apuração do ocorrido e identificação dos responsáveis pelo problema.

Seguiremos à disposição das autoridades, assim como da equipe chilena, para esclarecimento e resolução dos fatos ocorridos ontem, na Arena Corinthians.

Sport Club Corinthians Paulista

Veja mais em: Arena Corinthians, Copa Sul-Americana e Nota oficial.

Veja Mais:

  • Corinthians jogou bem, mas não conseguiu sair vitorioso neste domingo

    Corinthians sofre gol impedido, reage no segundo tempo e fica no empate com o Internacional

    ver detalhes
  • Corinthians de Jair Ventura está em oitavo lugar no Brasileirão

    Corinthians 'volta uma casa' na classificação do Brasileirão, mas diminui distância para o G6

    ver detalhes
  • Danilo Avelar foi eleito o pior corinthiano em campo pela Fiel

    Novidade de Jair Ventura é enaltecida pela Fiel; lateral rouba cena e é eleito pior em campo

    ver detalhes
  • Mateus Vital fez bom jogo diante do Internacional neste domingo

    Análise: Corinthians reage após gol impedido e consegue empate contra o Internacional

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes