Carille elogia Clayton, mas deve dar nova chance a Romero no Corinthians: 'Um Jorge Henrique'

Carille elogia Clayton, mas deve dar nova chance a Romero no Corinthians: 'Um Jorge Henrique'

Por Meu Timão

125 mil visualizações 452 comentários Comunicar erro

Romero deve seguir como titular do Corinthians

Romero deve seguir como titular do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O técnico Fábio Carille confirmará a escalação do Corinthians para o duelo contra o Botafogo-SP apenas no treino da véspera do jogo, no sábado pela manhã, no CT Joaquim Grava. Nesta sexta, porém, em entrevista coletiva, o treinador deu alguns indícios da equipe que levará a campo no domingo, pelas quartas de final do Campeonato Paulista.

Ao ser questionado se a tendência é repetir a formação que iniciou o jogo da última quarta-feira, contra a Universidad de Chile, pela Copa Sul-Americana, Carille acenou positivamente, alertando somente para o retorno de Fagner, então suspenso, na vaga que foi ocupada por Léo Príncipe.

"Sim (repetição do time que jogou quarta), tendência é só ter a volta do Fagner no lugar do Léo Príncipe", sintetizou.

Assim, mudanças de caráter técnico, se necessárias, deverão acontecer apenas a partir da próxima quarta-feira, quando o Corinthians visita o Internacional, no Beira-Rio, pela Copa do Brasil. Havia expectativa em torno de uma possível escalação do recém-contratado Clayton já para o duelo contra o Botafogo-SP, haja vista a boa atuação do atacante nos minutos finais contra os chilenos.

"No momento sim (tenho 11 titulares), futebol muda toda semana, jogadores que se apresentam bem. Aconteceu do Kazim entrar no lugar do Jô, depois inverteu. Eu estimulo isso. Deixo em aberto, Clayton entrou bem no jogo, jogador de velocidade, profundidade, que pisa área. Estamos sempre abertos para outros jogadores", explicou Carille.

O grande concorrente de Clayton, hoje, na equipe do Corinthians é Ángel Romero. Atacante de beiradas, o paraguaio deve ganhar nova chance como titular neste domingo. Carille explicou o porquê, comparando o atleta com Jorge Henrique, atacante que brilhou com a camisa alvinegra entre 2009 e 2013.

"Romero é um jogador que visa área, maior artilheiro da arena, cumpre função, jogador que a torcida gosta porque não desiste de nenhuma bola,um Jorge Henrique. Jogo contra o Palmeiras foi fundamental, tiramos aos 40 porque não dava mais, essa entrega a gente tem que valorizar", concluiu o treinador corinthiano.

Veja mais em: Fábio Carille, Romero, Clayton e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Corinthians caiu para o Grêmio, na Arena Corinthians

    Corinthians chega a 16 derrotas em 2018; falta uma para igualar pior temporada nesta década

    ver detalhes
  • A Fiel levou bom público à Arena Corinthians neste sábado, contra o Grêmio

    Corinthians anuncia promoção para jogo em dia do aniversário do clube; venda começa segunda-feira

    ver detalhes
  • Mesmo diante de sua torcida, o Corinthians foi amplamente dominado pelo Grêmio

    Corinthians fecha primeiro turno com mesma pontuação conquistada em ano do rebaixamento

    ver detalhes
  • Corinthians perdeu do Grêmio, o primeiro revés em casa neste Brasileirão

    Corinthians perde a primeira na Arena no Brasileiro 2018; foi o primeiro revés para gaúchos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes