Jornalista chileno divulga momento de sua prisão na Arena Corinthians

Jornalista chileno divulga momento de sua prisão na Arena Corinthians

Por Meu Timão

3.8 mil visualizações 35 comentários Comunicar erro

Repórter chileno (à dir.) foi à Arena e acabou preso

Repórter chileno (à dir.) foi à Arena e acabou preso

Foto: Reprodução/Facebook

A vitória do Corinthians por 2 a 0 sobre a Universidad de Chile, na última quarta-feira, na Arena, ficou marcada por um episódio de violência na arquibancada. Uma pequena parte dos mais de mil torcedores chilenos presentes no estádio danificou assentos do setor visitante e foi repreendida pela Polícia Militar com golpes de cassetete. Um fato, em especial, chama atenção: a prisão autoritária de um jornalista que registrava o conflito.

Cristopher Antúnez, de 26 anos, foi à Arena Corinthians para trabalhar na cobertura da partida, válida pela abertura da primeira fase da Copa Sul-Americana. Vinculado à emissora Radio Universidad de Chile, o profissional assistia ao jogo do décimo andar do estádio, no qual estão situadas as cabines de imprensa.

O confronto entre torcedores e policiais na arquibancada visitante teve início antes de a bola rolar e prosseguiu durante o intervalo, quando a PM decidiu retirar os envolvidos do local. Cristopher, então, ao tomar conhecimento de que pessoas haviam sido feridas, deixou a área destinada à imprensa e deslocou-se à arquibancada Sul da Arena Corinthians. Foi quando o pesadelo começou.

Ao se aproximar do setor onde estava a torcida da Universidad de Chile, Antúnez foi abordado por agentes militares. O próprio profissional filmou a ação truculenta da PM e divulgou o conteúdo em suas redes sociais. Pelo vídeo (assista abaixo), é possível notar o exato momento em que o jornalista é intimidado e detido.

“Vamo (sic) junto! Você vai junto, você é testemunha, então vai comigo!”, bradou um policial a Cristopher. “Você vai na boa ou vai na porrada?! Você vai na boa? Então fica na manha!”, ordenou o PM.

Para Cristopher, que detalhou o ocorrido ao jornal Lance!, houve, de fato, abuso de autoridade por parte da polícia. “Todos os outros foram tratados como lixo, o pior do pior, as escórias. Como sabiam que eu era jornalista, não me pegaram tanto, mas os torcedores de La U, massacraram, realmente”, revelou.

O repórter e outras 25 pessoas foram encaminhados ao 24º DP, na Ponte Rasa, próximo do estádio. Do grupo, apenas dois foram liberados – Cristopher e uma mulher –, no início da tarde de quinta-feira. O restante, que responde por crimes de lesão corporal, dano qualificado, provocar tumulto em locais de jogos, resistência qualificada e associação criminosa, terá de pagar fiança e permanecer no Brasil até o término do processo.

A torcida do Corinthians passou por situação semelhante recentemente. Antes do jogo contra o Flamengo no Maracanã pelo Brasileirão 2016, torcedores do Timão entraram em confronto com a PM. 26 corinthianos, escolhidos por características físicas (barba, careca e excesso de peso), permaneceram detidos por quase três meses. O Meu Timão, vale lembrar, cobriu o caso e divulgou provas que inocentavam ao menos cinco pessoas, todas liberadas antes do veredito do juiz Marcello Rubioli, do Juizado Especial do Torcedor e Grandes Eventos da Ilha do Governador.

Confira o exato momento em que Cristopher é detido

Veja mais em: Torcida do Corinthians, Arena Corinthians e Copa Sul-Americana.

Veja Mais:

  • Corinthians jogou bem, mas não conseguiu sair vitorioso neste domingo

    Corinthians sofre gol impedido, reage no segundo tempo e fica no empate com o Internacional

    ver detalhes
  • Corinthians de Jair Ventura está em oitavo lugar no Brasileirão

    Corinthians 'volta uma casa' na classificação do Brasileirão, mas diminui distância para o G6

    ver detalhes
  • Danilo Avelar foi eleito o pior corinthiano em campo pela Fiel

    Novidade de Jair Ventura é enaltecida pela Fiel; lateral rouba cena e é eleito pior em campo

    ver detalhes
  • Mateus Vital fez bom jogo diante do Internacional neste domingo

    Análise: Corinthians reage após gol impedido e consegue empate contra o Internacional

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes