Andrés lança perfil em rede social e fala em 'arregaçar as mangas' pelo Corinthians

117 mil visualizações 275 comentários

Por Meu Timão

Fora do corpo diretivo do Corinthians desde janeiro de 2016, Andrés Sanchez parece estar disposto a se reaproximar do comando do clube. Nesta segunda-feira, o deputado federal (PT) deixou a política de lado e criou uma nova conta no Instagram (andressanchez_oficial) a fim de falar exclusivamente de questões relacionadas ao Timão.

“Quero deixar aqui pra todo mundo uma coisa bem (sic) tudo que for possível para a melhora do Corinthians (...) vamos buscar soluções para os nossos problemas. A eleição é só no ano que vem. Se queremos ser um clube organizado e vencedor devemos estar unidos. Não vou aqui ficar lamentando, vamos juntos atrás de soluções, esse é o caminho”, escreveu Andrés.

Entre o fim de 2016 e o início desta temporada, Sanchez se reaproximou do presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, que era réu em processo de impeachment. Na ocasião, o retorno oficial do ex-presidente e ex-superintendente de futebol ao clube – isso porque ele segue influente nos bastidores – chegou a ser especulado. Andrade, por sua vez, negou a ajuda de aliados políticos a manteve a diretoria de futebol formada por Alessandro Nunes e Flávio Adauto.

“Quando apoiei a mudança do estatuto foi para que ninguém tivesse o controle absoluto no Corinthians. Sempre fui um cara de grupo, sempre me dispus a colaborar e trabalhar, independentemente de quem estivesse no poder”, pontuou Sanchez. Agora é arregaçar as mangas e apoiar tudo que for bom e importante para o Clube. A política não pode atrapalhar nosso time”, concluiu.

Andrés deu as cartas no Corinthians entre outubro de 2007 e dezembro de 2011. Mesmo após sua gestão, seguiu ligado à diretoria alvinegra, tanto que foi um dos precursores do projeto da Arena Corinthians, inaugurada em maio de 2014. Em janeiro de 2015, assumiu o cargo de deputado federal.

Confira o post de Andrés

Quero deixar aqui pra todo mundo uma coisa bem clara. Esse espaço é propor tudo que for possível para melhorar o Corinthians. Vamos buscar soluções para os nossos problemas. A eleição é só no ano que vem. Se queremos ser um clube organizado e vencedor devemos estar unidos. Não vou aqui ficar lamentando, vamos juntos atrás de soluções, esse é o caminho. Quando apoiei a mudança do estatuto foi para que ninguém tivesse o controle absoluto no Corinthians. Sempre fui um cara de grupo, sempre me dispus a colaborar e trabalhar, independentemente de quem estivesse no poder. Agora é arregaçar as mangas e apoiar tudo que for bom e importante para o Clube. A política não pode atrapalhar nosso time.

Uma publicação compartilhada por Andrés Sánchez (@andressanchez_oficial) em

Veja mais em: Parque São Jorge, Diretoria do Corinthians, Andrés Sanchez, Roberto de Andrade e Impeachment.

Veja Mais:

  • Cazares titular? | Atacante de saída do Corinthians?! | Provável escalação #RMT 29/09/20

    VÍDEO: Cazares titular? | Atacante de saída do Corinthians?! | Provável escalação #RMT 29/09/20

    ver detalhes
  • Escalação do Corinthians deve ter novidades para duelo com Atlético-GO

    Corinthians finaliza preparação para encarar Atlético-GO; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Davó entrou em campo apenas três vezes desde que chegou ao Corinthians, em janeiro deste ano

    Corinthians estuda colocar Davó na equipe Sub-23; jovem atuou quatro minutos nos últimos 247 dias

    ver detalhes
  • Corinthians não terá transmissão televisiva do jogo contra o Athletico

    CBF desmembra tabela até o fim do turno e Corinthians terá jogo 'no escuro' pela primeira vez no ano

    ver detalhes
  • Cazares ficará à disposição de Coelho na Neo Química Arena

    Coelho confirma Cazares entre os relacionados e se anima após conversa com o meia: 'Ele quer demais'

    ver detalhes
  • Everaldo pode deixar o Corinthians nas próximas semanas

    Everaldo recebe sondagem do Botafogo e pode deixar o Corinthians; salário do atleta é empecilho

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: