Consultor médico do Corinthians revela mágoa por aposentadoria de Liedson

Consultor médico do Corinthians revela mágoa por aposentadoria de Liedson

Por Meu Timão

15 mil visualizações 74 comentários Comunicar erro

Joaquim Grava foi o personagem do Bola da Vez desta terça-feira

Joaquim Grava foi o personagem do Bola da Vez desta terça-feira

Foto: Reprodução/ESPN Brasil

A segunda saída de Liedson do Corinthians, em meados de 2012, surpreendeu parte da torcida do clube. Isso porque se tratava de um dos principais atacantes da equipe recém-campeã da Copa Libertadores da América. Em entrevista ao programa Bola da Vez, da ESPN Brasil, Joaquim Grava, então médico do Timão, revelou uma antiga mágoa ligada ao fim da carreira do jogador.

Grava, que dá nome ao centro de treinamento do Corinthians, não se entristeceu com Liedson, mas com críticas feitas ao seu trabalho como cirurgião após submeter o atleta a um procedimento considerado simples no joelho.

“Uma outra coisa que eu fiquei muito chateado, mas muito. O Liedson veio jogar no Corinthians (em 2011), isso é recente, ele tinha um problema muito sério no joelho, quando veio já tinha passado por duas cirurgias em Portugal, uma que deu uma infecção”, iniciou Joaquim Grava.

‘Ah, por que você não vetou o jogador?’ Eu não posso vetar um jogador que está em atividade, gente. É um processo. Tem um monte de jogador ‘sequelado’ que joga até hoje, vários têm problemas no joelho...”, prosseguiu.

Apesar do problema clínico, Levezinho foi contratado pelo Corinthians e, de quebra, se tornou um dos goleadores daquele elenco alvinegro. Entretanto, em razão das dores em um dos membros, o jogador naturalizado português pediu a Joaquim que o operasse, a fim de diminuir o incômodo.

“E aí, o joelho dele, que já era inchado, começou a inchar muito, só que ele jogava, fazia gols. Aí ele falou: ‘doutor, tem um jeito de eu fazer uma artroscopia pra dar uma melhorada nos corpos livres (sic)?’. ‘Tem!’”, respondeu. “Jogador de 32 anos, fizemos uma artroscopia, 30 dias ele voltou a jogar”, relatou, antes de revelar a mágoa: “Aí partiu lá de um (imprensa), não sei nem o nome, imagino: ‘pô, o Joaquim operou o Liedson e acabou com a carreira dele!’”.

O profissional, hoje consultor médico do Corinthians, não revelou o nome de quem o acusou de ter prejudicado Liedson. Em agosto de 2012, pouco depois da conquista inédita da Libertadores, o camisa 9 foi anunciado como reforço do Flamengo, onde pouco jogou. Ele pendurou as chuteiras em setembro de 2013.

“O Liedson jogava lá em Portugal, seleção portuguesa, Copa do Mundo e tudo, com 20 graus de flexão. Eu fiz uma artroscopia, uma coisa que não acontece nada com ninguém, a não ser casos raríssimos como o Giba (ex-lateral-direito). É muito pouco. Essas coisas magoam”, concluiu.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Léo Príncipe esteve perto de acertar com Vitória de Setúbal, de Portugal

    Portugueses desistem de empréstimo e adiam saída de Léo Príncipe do Corinthians

    ver detalhes
  • Marcello Deverlan (à esq.) durante treino com profissionais no CT Joaquim Grava

    De contrato renovado, zagueiro da base do Corinthians obtém cidadania portuguesa

    ver detalhes
  • Danilo Avelar realizou exames na tarde desta terça-feira em São Paulo

    Danilo Avelar é aprovado em exames e já fala como reforço do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians, da capitã Grazi, venceu mais uma no Brasileirão

    Em jogo com viradas e oito gols, Corinthians vence Ferroviária em Araraquara

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes