Finalista pela primeira vez no Corinthians, Gabriel faz apelo: 'Temos que respeitar a Ponte'

2.7 mil visualizações 36 comentários

Por Meu Timão

Gabriel mostrou bastante humildade ao projetar final entre Corinthians e Ponte Preta

Gabriel mostrou bastante humildade ao projetar final entre Corinthians e Ponte Preta

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O volante Gabriel vive a expectativa de, pela primeira vez em quatro meses de Corinthians, disputar uma final. E engana-se quem pensa que a soberba pelo sucesso repentino subiu à cabeça do camisa 5 alvinegro.

Em entrevista concedida nesta segunda-feira ao programa Globo Esporte, da TV Globo, Gabriel pregou bastante humildade e pés no chão ao falar sobre a final do Campeonato Paulista entre Corinthians e Ponte Preta.

"Respeitar. Temos que respeitar a Ponte. Não podemos achar que será um jogo fácil. A Ponte tem muita qualidade, força. É ir com os pés no chão e com a mesma vontade que temos dentro e fora de casa. Aí sim faremos um bom resultado fora de casa", disse.

E MAIS: Gabriel e outros corinthianos fizeram discurso de preleção; assista

O apelo de Gabriel por respeito ao adversário tem precedente: o Palmeiras, seu ex-clube, apanhou de 3 a 0 da equipe campineira no Moisés Lucarelli, no duelo de ida das semifinais. Assim, o volante do Timão sabe da importância de encarar o primeiro jogo com seriedade para, aí sim, usufruir da vantagem de decidir o título em Itaquera.

"Final sempre jogo duro, pegado, uma guerra. Mas o Corinthians vai forte, concentrado. Sabemos que temos a vantagem de decidir em casa, mas sabemos que precisamos fazer um primeiro jogo muito bom em Campinas para trazer o resultado e aí decidir em casa e ir com tudo para ser campeão", declarou.

Majestoso pegado

Um dos destaques do Corinthians nos confrontos contra o São Paulo válidos pelas semifinais, Gabriel também falou um pouco sobre o empate de 1 a 1 do último domingo, que selou a classificação do Timão à decisão estadual. O camisa 5 preferiu minimizar o excesso de violência dos são-paulinos em alguns lances.

"Foi um jogo muito aguerrido, como sempre. As equipes vêm jogar contra nós na nossa arena querendo brigar, chegar forte. Corinthians é assim, também chega forte, sempre tentando chegar na bola, de vez em quando pega um adversário ou outro, mas nunca na maldade. Foi um jogo aguerrido, mas o Corinthians fez uma partida segura", resumiu.

Veja mais em: Gabriel e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Andrés Sanchez ainda não sabe quando voltarão os treinos e jogos; presidente do Corinthians quebra a cabeça fora de campo

    Salários atrasados e outras pendências: Corinthians planeja 'semana do alívio' com grana de Pedrinho

    ver detalhes
  • Dirigente uruguaio diz que Corinthians não deu alternativas e explica ação na Fifa

    [Marco Bello] Dirigente uruguaio diz que Corinthians não deu alternativas e explica ação na Fifa

    ver detalhes
  • Parque São Jorge está fechado devido à pandemia, mas segue quente nos bastidores a poucos meses da eleição

    Comissão do Corinthians arquivo processo referente à última eleição e grupo entra com recurso

    ver detalhes
  • 11 anos de vida: o Meu Timão é único!

    [Danilo Augusto] 11 anos de vida: o Meu Timão é único!

    ver detalhes
  • A MarjoSports ocupava as mangas da camisa alvinegra desde 2019

    Corinthians anuncia rescisão com um de seus patrocinadores por conta da paralisação

    ver detalhes
  • Corinthians fez vídeo para se posicionar contra o racismo

    Vidas negras importam: Corinthians destaca ídolos e vítimas recentes em vídeo contra o racismo

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: