Corinthians volta a ter a defesa menos vazada do Paulistão; nos últimos dez torneios, oito melhores

Corinthians volta a ter a defesa menos vazada do Paulistão; nos últimos dez torneios, oito melhores

5.5 mil visualizações 63 comentários Comunicar erro

Defesa do Corinthians voltou a se destacar no Paulistão

Defesa do Corinthians voltou a se destacar no Paulistão

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians voltou a ter a melhor defesa do Campeonato Paulista. Com apenas 11 gols tomados em 18 jogos, a equipe de Fábio Carille manteve essa identidade que marca a era pós-rebaixamento do clube. Nas últimas dez edições do Estadual, o Timão foi o menos vazado em nada menos do que oito, além de um segundo lugar. Em apenas uma das disputas, a "maionese desandou" com números ruins (2014).

As outras sete vezes que o Corinthians teve a melhor defesa do Paulista foram com Mano (2008, 2009 e 2010) e Tite (2012, 2013, 2015 e 2016) - em 2011 foi a segunda melhor. Detalhe fica por conta das diferentes dupla de zaga durante esse período (veja abaixo), o que mostra que essa consistência defensiva foi além dos jogadores utilizados pelos treinadores.

Agora, em 2017, foi a vez de o Corinthians se destacar sob o comando do ex-auxiliar dessa dupla de gaúchos. Carille e seu esquema tático defensivo ofereceram poucos espaço e chance de gol aos adversários durante a competição. Dentro e fora de casa.

E, quando a bola chegou lá atrás, os atacantes encontraram uma dupla de zaga que foi destaque desde o início da temporada: Balbuena e Pablo. O Corinthians disputou 27 partidas em 2017. Os dois atuaram como titulares em 20. Desse total, em 14 a equipe passou sem ser vazada.

No Paulistão, o desempenho da dupla foi fundamental em todas as fases mata-mata. O Corinthians não foi vazado em Ribeirão Preto diante do Botafogo-SP, nas quartas de final, passou ileso no primeiro duelo com o São Paulo, válido pela semifinal, e voltou a não ser vazado no primeiro jogo da final contra a Ponte Preta, em Campinas. Depois, nos jogos de volta na Arena Corinthians, foi apenas manter a vantagem construída na ida nas três fases.

Em tempo: o Corinthians ficou também sem ser vazado em três dos cinco clássicos disputados na competição estadual.

Confira o desempenho da zaga do Timão nos últimos anos

PAULISTÃO-08 (MELHOR)
Jogos: 19
Gols sofridos: 15
Média: 0,79
Zaga: Chicão e William

PAULISTÃO-09 (MELHOR)
Jogos: 23
Gols sofridos: 18
Média: 0,78
Zaga: Chicão e William

PAULISTÃO-10 (MELHOR)
Jogos: 19
Gols sofridos: 18
Média: 0,94
Zaga: Chicão e William

PAULISTÃO-11 (SEGUNDA MELHOR)
Jogos: 23
Gols sofridos: 16
Média: 0,69
Zaga: Chicão e Leandro Castán

PAULISTÃO-12 (MELHOR)
Jogos: 20
Gols sofridos: 14
Média: 0,7
Zaga: Chicão e Leandro Castán

PAULISTA-13 (MELHOR)
Jogos: 23
Gols: 18
Média: 0,78
Zaga: Paulo André e Gil

PAULISTÃO-14
Jogos: 15
Gols: 19
Média: 1,26
Zaga: Gil e Cleber

PAULISTÃO-15 (MELHOR*)
Jogos: 17
Gols: 12
Média: 0,70
Zaga: Gil e Felipe
*Junto do SPFC

PAULISTA-16 (MELHOR)
Jogos: 17
Gols: 10
Média: 0,58
Zaga: Felipe e Yago

PAULISTA-17 (MELHOR)
Jogos: 18
Gols: 11
Média: 0,60
Zaga: Balbuena e Pablo

Veja mais em: Pablo, Balbuena e História do Corinthians.

Veja Mais:

  • Contratação de Ramiro foi aprovada pela torcida do Corinthians

    Torcida do Corinthians aprova contratação de Ramiro em enquete avassaladora

    ver detalhes
  • Resta apenas o acerto dos jogadores com seus novos clubes para selar o negócio

    Corinthians e Atlético-MG se acertam por troca de atacantes; jogadores aceitam conversar

    ver detalhes
  • Uendel pode acertar retorno para o Corinthians em breve

    Empresário confirma que Corinthians deve acertar retorno de Uendel em janeiro

    ver detalhes
  • Ramiro assinou com o Corinthians nesta quinta-feira e é o quinto reforço para 2019

    Novo reforço do Corinthians, Ramiro se aproxima de Jadson e Luan em estatísticas do Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes