Mesmo com vantagem, Jô afasta clima de 'já ganhou' na final do Paulistão

1.7 mil visualizações 38 comentários

Jô exaltou o foco do Timão na busca pelo título do Paulista de 2017

Jô exaltou o foco do Timão na busca pelo título do Paulista de 2017

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O Corinthians enfrenta a segunda partida da final do Campeonato Paulista neste domingo, diante da Ponte Preta, às 16h (de Brasília), com uma ampla vantagem no placar. Depois de vencer o primeiro duelo por 3 a 0, em Campinas, a equipe alvinegra entra em campo na Arena em Itaquera podendo perder por até dois gols de diferença para manter o título. Porém, para o atacante Jô, a vitória pode até ter trazido um clima leve para o elenco do Timão, mas não afastou o foco em busca da taça.

Construir um placar de 3 a 0 na final deixa o ambiente mais leve, você vê muita descontração. Mas os mais experientes como eu procuram trabalhar o psicológico. É um jogo após o outro. Tem de ganhar o jogo, jogar bem, diante da nossa torcida. Ninguém quer ser derrotado para ser campeão. Queremos, se possível, ganhar para nossa torcida (...) Toda hora você tem de conversar e bater na tecla. Claro que acaba relaxando, mas por tudo que nosso grupo passou, não vamos deixar essa peteca cair”, garantiu Jô em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava, nesta quinta-feira.

A boa atuação do Corinthians no jogo de ida da decisão trouxe um ânimo ainda para a equipe alvinegra. Desacreditado por muitos após o aproveitamento do Timão na última temporada, quando ficou de fora da lista de classificados para a Libertadores da América deste ano – mesmo com a abertura de duas novas vagas pelo Campeonato Brasileiro – o time do técnico Fábio Carrile vem mostrando a que veio neste início de temporada com bons resultados.

Antes classificado como “quarta força” paulista por alguns, o Corinthians chegou à final do Paulistão sem perder nenhum dos clássicos contra os outros três grandes times de São Paulo. Um dos responsáveis pelo feito é o próprio Jô, que marcou cinco gols sobre em confrontos com os rivais Santos, Palmeiras e São Paulo – dois deles responsáveis pela vaga do Timão na decisão deste domingo.

Questionado sobre uma possível afirmação do grupo com o título do estadual, o atacante foi categórico. “Eu me sinto muito privilegiado por estar trabalhando num grupo desse. Soube receber as críticas, que eram naturais. Eu soube me posicionar diante disso e trabalhar, ter humildade. Eu me sinto mais um, não estou acima de ninguém aqui. Todos trabalham e estão se dedicando. Vou tirar as conclusões só no final do ano, não só pelo Paulista. Até o momento, estamos fazendo um bom começo (...) Ainda não dá para analisar o todo, mas a equipe está de parabéns”, finalizou.

Veja mais em: e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Pedrinho ainda não se apresentou ao Benfica, de Portugal

    Benfica planeja adiar pagamento de Pedrinho para 2021; Corinthians se posiciona

    ver detalhes
  • Elenco principal do Corinthians voltou a ficar três meses com salário atrasado

    Corinthians volta a somar três meses de salário atrasado com elenco principal

    ver detalhes
  • [Mayara Munhoz] Quando apontar um erro é um grande acerto. Que orgulho, Meu Timão!

    ver detalhes
  • Último jogo do Corinthians foi no dia 15 de março, já com Arena vazia

    Governo de São Paulo confirma retorno do Campeonato Paulista no dia 22 de julho

    ver detalhes
  • 'Sabe o que o patrocinador do Corinthians poderia fazer agora?' | O BMG na nova camisa do Corinthians

    VÍDEO: 'Sabe o que o patrocinador do Corinthians poderia fazer agora?' | O BMG na nova camisa do Corinthians

    ver detalhes
  • Jô já trabalha no Corinthians, mas ainda não teve situação regularizada

    Dupla de ataque do Corinthians está sem contrato com o clube; entenda situações

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: