Com a melhor defesa do Brasileiro Feminino, técnico do Corinthians revela 'segredos' do sucesso

Com a melhor defesa do Brasileiro Feminino, técnico do Corinthians revela 'segredos' do sucesso

Por Meu Timão

1.3 mil visualizações 12 comentários Comunicar erro

Defesa do Corinthians sofreu apenas quatro gols no Brasileiro Feminino

Defesa do Corinthians sofreu apenas quatro gols no Brasileiro Feminino

Foto: Mauro Horita / AllSports

Na vice-liderança do Grupo 2 do Campeonato Brasileiro Feminino, as meninas do Corinthians vem se mostrando um dos grandes destaques da modalidade. Tendo um ataque como o terceiro de melhor rendimento no torneio nacional, com 25 gols marcados em dez jogos, a defesa é o grande triunfo da equipe, com apenas quatro gols sofridos. Parte essencial no ótimo desempenho do time, o técnico Arthur Elias comentou os “segredos” do sucesso do Timão.

Em entrevista ao site oficial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que organiza o torneio nacional, o treinador do Corinthians revelou os fatores que cobra no treinamento do time e como o elenco tem assimilado as propostas passadas para a temporada. Ressaltando a importância da qualidade do elenco no processo, Arthur Elias comentou os conceitos básicos que vem adotando no Timão.

Os conceitos mais básicos que cobro das meninas na parte defensiva são de compactação, pressão na bola, pressão ao adversário e cobertura. O Corinthians tomou poucos gols pela postura que temos tido nos jogos, de muita posse de bola, além de qualidade e dedicação ao longo dos 90 minutos”, comentou o treinador.

Quanto à escolha da equipe titular, o técnico da equipe feminina do Timão se depara com a necessidade de improvisar algumas jogadoras em outras posições. No elenco atual, só conta com duas zagueiras à disposição: Pardal e Mimi. Na ausência delas, Arthur tem que optar por laterais em posição defensiva – ainda mantendo a sua filosofia de jogo. Segundo o técnico, a formação ideal é com a dupla de zaga, que já conta com o entrosamento necessário para um bom aproveitamento.

Tenho duas zagueiras somente à disposição, a Pardal e a Mimi. São duas jogadoras com bom combate, boa rebatida na bola aérea, e que tem evoluído bastante com a posse de bola também. São duas jogadoras que orientam bastante a equipe. Eu cobro bastante delas que mantenham a equipe atenta pela visão que têm, e elas estão sempre muito bem concentradas para atender às propostas de jogo”, analisou Arthur Elias.

Atualmente, o Corinthians se encontra na segunda colocação de sua chave no Brasileirão, com 25 pontos conquistados em dez jogos. A equipe está a dois pontos de distância da ponta da tabela, ocupada pelo Iranduba. Embora já matematicamente classificado para a segunda fase do torneio, a ideia corinthiana é confirmar a vaga na próxima fase com a liderança do Grupo 2.

“Constantemente buscamos melhorar em todos os aspectos. Na bola parada, na defesa, na forma de conduzir. Estamos com uma boa base da equipe do ano passado e tivemos bastante tempo para nos prepararmos. Temos feitos bons jogos, o último empate foi uma infelicidade com tantas oportunidades perdidas, mas o nosso objetivo ainda é a primeira colocação”, afirmou o técnico alvinegro.

Disputando o Brasileirão e o Campeonato Paulista simultaneamente, com jogos toda semana, Arthur Elias garantiu sua confiança na força do elenco diante da maratona. “Temos um elenco bem homogêneo e unificado. Todas as atletas já atuaram tanto pelo Brasileiro quanto pelo Paulista. A condição que propomos é que entra em campo as jogadoras que estão bem preparadas. Quem está melhor vai para o jogo – garante o comandante”, garantiu.

Contudo, segundo o técnico, o revezamento de jogadoras é essencial. O resultado vem sido mostrando pela ampla variedade de artilharia do Timão, onde 11 jogadoras diferente realizaram os 25 gols marcados pela equipe. “Por esse revezamento que temos feito na equipe, de dar oportunidade a todas de atuar, e pela forma de atacar muito variada, acaba tendo gol da volante, das meias, as atacantes sempre conferindo (...) Na bola parada temos aproveitado com as zagueiras (...) É interessante porque não ficamos na dependência de uma jogadora em especial”, finalizou.

Vindo de um empate de 1 a 1 contra o Sport, na última quarta-feira, o Corinthians volta a campo pelo Campeonato Brasileiro Feminino na próxima quinta-feira. A equipe encara o Audax, às 17h (de Brasília), no estádio José Liberatti, em Osasco, município de São Paulo.

Veja mais em: Futebol feminino.

Veja Mais:

  • Corinthians e São José se enfrentam na noite desta quarta-feira

    Fora de casa? Sem problema! Final da Liga Ouro tem transmissão na TV nesta quarta-feira

    ver detalhes
  • Caetano tem 18 anos e estava no Botafogo

    Corinthians acerta contratação de zagueiro indicado por Barroca, técnico do Sub-20

    ver detalhes
  • Léo Jabá tem contrato de cinco temporadas com o FC Akhmat Grozny

    Jabá encaminha transferência à Grécia, e Corinthians pode ganhar mais de R$ 4 milhões

    ver detalhes
  • Maldonado atendeu a reportagem do Meu Timão no hotel na cidade de Atibaia

    Maldonado relembra estágio no Corinthians e cita três jogadores que gostaria de levar ao Colo-Colo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes