Maior que o Corinthians no Youtube, Mil Grau conta detalhes da rotina acompanhando o Timão

Maior que o Corinthians no Youtube, Mil Grau conta detalhes da rotina acompanhando o Timão

Por Danilo Augusto

155 mil visualizações 167 comentários Comunicar erro

Kelvin Thiago durante jogo do Corinthians na Arena

Kelvin Thiago durante jogo do Corinthians na Arena

Arquivo Pessoal

Aos 23 anos, Kelvin Thiago dedica sua vida ao Corinthians, acompanhando o clube em jogos dentro e fora de São Paulo. Sempre com uma câmera na mão, ele retrata todas as experiências em seus perfis de redes sociais, onde é conhecido como "Corinthians Mil Grau". O que para muitos é lazer, para ele é mais do que isso. Suas fotos e vídeos são uma rotina prazerosa que acabou se tornando sua principal fonte de renda.

A visão de alguém de dentro da arquibancada acompanhando o time de coração encanta uma nova geração de torcedores, especialmente os mais jovens, presentes no Youtube. Isso ajuda a explicar o motivo do canal dele ter alcançado nesta semana a marca de 500 mil inscritos.

Em Salvador, torcedores do Bahia e do Corinthians pousam para fotos com Kelvin Thiago

Em Salvador, torcedores do Bahia e do Corinthians pousam para fotos com Kelvin Thiago

Arquivo Pessoal

Mil Grau, como é conhecido, administra sozinho o seu canal. Viagens, equipamentos, filmagem, edição, redes sociais, tudo é planejado e executado de forma independente, sem ajuda de ninguém. Ainda assim, o canal de Kelvin é 67% maior do que a CorinthiansTV, canal oficial do Sport Corinthians Club Paulista.

Seu reconhecimento é tão grande que muitas vezes chega a ser surpreendente para quem não está acostumado com fama de youtubers: "Encontrei com ele uma vez em frente a Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Vi uma molecada do Grêmio pedindo para tirar foto com o Mil Grau. Eles falavam 'aqui eu sou imortal, mas em São Paulo eu sou Corinthians por causa de você'. Me arrepia só de lembrar!", contou Ricardo Maritan, conselheiro do Corinthians, em conversa com o Meu Timão.

Por conta do sucesso e da proximidade de Kelvin com os corinthianos, o Meu Timão bateu um papo exclusivo com o torcedor. Na conversa, ele conta as dificuldades de acompanhar o seu time de coração e o sonho realizado de viver, literalmente, de Corinthians.

Confira a entrevista completa com o Corinthians Mil Grau

Por que você acha que o seu canal no Youtube é maior do que o do oficial do Corinthians?

Acho que pelo fato da gente falar a linguagem do torcedor que está ali na arquibancada. O corre que eu faço é o mesmo corre que milhares de torcedores fazem todos os jogos. O pessoal se identifica. A cada vídeo no estádio eu acabo levando junto comigo aqueles torcedores que moram longe de São Paulo e não tem condições de ir em todos os jogos do Corinthians.

Você sente alguma espécie de responsabilidade sendo um influenciador tão grande?

No começo eu ficava mais pilhado com isso. Eu sei que eu tenho responsabilidade por ser um influenciador, mas não fico me controlando por causa disso. O Mil Grau que as pessoas assistem nos vídeos, é o mesmo do dia-dia, sem encenação.

Quem trabalha no Corinthians Mil Grau? Filmagem, edição, redes sociais, a loja, é tudo você?

Faço tudo sozinho, desde a filmagem, até a edição e postagem nas redes sociais. O Corinthians Mil Grau é 100% produzido por mim. Na loja, eu tenho um amigo que trabalha comigo, mas no canal, eu que faço tudo.

Muitos corinthianos pedem para tirar foto com você. Já teve alguém que se emocionou ao seu lado?

Alguns torcedores já se emocionaram sim, principalmente os mais jovens.

Vários memes, apelidos e palavras que você usou acabaram se propagando para o futebol. Você lembra de alguns exemplos?

Os que mais marcaram foram aqueles que já foram usados pelo próprio Corinthians e jogadores. Exemplo do "Paulinho ajudante de pedreiro", "Pq fas iso Romarino", "Cassião 20 metros de altura", "Paulo André Zica das Artes" (que é usado até hoje pelo zagueiro). Hoje tem alguns que a galera gosta bastante, como "Podriguinho" e "Romero garotinho desespero".

Os torcedores de outros times te reconhecem?

Sim, bastante. Muitas vezes eu estou na rua e sou abordado por torcedores de outros times pedindo para tirar foto, elogiando o trabalho e tal.

E o lado ruim? Já foi ameaçado ou agredido por conta da sua visibilidade?

Nunca tive problemas com torcedores rivais, inclusive já aconteceu uma situação inusitada onde eu acabei sendo reconhecido no metrô por um membro de um torcida organizada do Palmeiras. Ele acompanhava meu canal e mesmo sendo palmeirense, me tratou com respeito.

Você retrata a vida de um corinthiano nos estádios. O que você acha que poderia melhorar, tanto na Arena Corinthians como nos jogos em outras cidades?

Infelizmente hoje a Arena Corinthians virou teatro. Não só a Arena Corinthians, mas praticamente todos os estádios do Brasil. Não pode nada, não pode bandeira, não pode batuque, não pode sinalizador. Estão acabando com a festa nos estádios. Mas já que a punição está longe de acabar, acho bacana a iniciativa do Corinthians em fazer a festa como foi na final do Paulista. Acho que as cadeiras do setor sul deveriam ser retiradas igual no setor norte, até porque lá ninguém assiste ao jogo sentado e o setor faz divisa com os visitantes, que muitas vezes quebram as cadeiras da nossa Arena. Nos jogos fora de casa, acho que o Corinthians deveria dar um suporte melhor aos torcedores que viajam de longe pra assistir aos jogos. Exemplo do jogo no Chile, onde a gente ficou mais de 30 minutos na fila pra comprar o ingresso e não tinha ninguém pra dar um suporte aos torcedores que estavam lá. Não estou falando pra dar ingresso de graça, mas poderiam pelo menos facilitar a nossa vida, já que nós já fazemos um baita corre pra ver nosso time.

Hoje você vive só do seu canal do Youtube?

Sim, hoje vivo 100% do Corinthians Mil Grau.

Quais são seus planos para o futuro?

Estou vivendo um jogo de cada vez. Tenho projetos de lançar documentários sobre torcidas e fazer um filme sobre a bancada, mostrando a torcida do Corinthians de um jeito que ninguém mostrou ainda. Quem sabe um dia a gente chega lá. Por enquanto estou feliz com o andamento do canal. Já estamos no jogo de número 116, mas a minha caminhada tá só começando.

Corinthians Mil Grau acompanhando o Corinthians fora de casa

Corinthians Mil Grau acompanhando o Corinthians fora de casa

Arquivo Pessoal

Manda um recado para a galera aqui do Meu Timão que acompanha seu trabalho:

Para quem ainda não conhece o canal, se inscreve lá e acompanhe a nossa caminhada atrás do Todo Poderoso, com certeza vocês não vão se arrepender, me esforço o máximo pra trazer um conteúdo de qualidade pra fiel torcida. E para quem já conhece o canal, a única coisa que eu posso dizer é que eu vou continuar me dedicando o máximo pra tentar trazer a emoção das arquibancadas pro torcedor corinthiano. Saudações corinthianas!

Veja mais em: Torcida do Corinthians.

Veja Mais:

  • Ramiro possui contrato com Grêmio até 2021; Timão contatou pai do atleta

    Corinthians consulta pai de Ramiro, do Grêmio, e mostra interesse no meia

    ver detalhes
  • Reunião do Conselho do Corinthians aconteceu no Parque São Jorge

    Conselho do Corinthians se reúne e aprova previsão orçamentária de 2019; Rosenberg causa irritação

    ver detalhes
  • Corinthians e São Paulo se enfrentaram pelas quartas de final da Copa RS

    Corinthians é derrotado pelo São Paulo nos pênaltis e dá adeus à Copa RS de 2018

    ver detalhes
  • CT da Base já está sendo utilizado pelas equipes sub-15, sub-17 e sub-20; gramados estão prontos

    Corinthians define duas etapas de finalização das obras do CT da base; orçamento é de R$ 25 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes