Pedro Henrique fala de gratidão ao Corinthians e diz que temeu não jogar mais após falha no Mineirão

Pedro Henrique fala de gratidão ao Corinthians e diz que temeu não jogar mais após falha no Mineirão

Por Meu Timão

Um dos cinco zagueiros do elenco profissional do Corinthians, Pedro Henrique faz questão de relacionar sua formação como cidadão ao clube de futebol com o qual possui contrato. Reserva imediato da dupla de zaga titular do Timão, formada por Balbuena e Pablo, o jogador de 21 anos concedeu entrevista à Corinthians TV e agradeceu à diretoria da equipe por ter confiado em seu trabalho.

“O Corinthians me ajudou em muitas coisas, desde o momento que eu vim para cá, em 2011, até agora. Me formou como homem, como pessoa, me ajudou muito na minha carreira. Hoje sou profissional, agradeço ao Corinthians. Esse clube é tudo para mim”, disse Pedro Henrique.

Pedro cresceu no antigo terrão do Corinthians, campo onde os jogadores das categorias de base treinavam antigamente. Por ser jovem, o defensor buscou se inspirar em companheiros de posição, entre eles Gil, do Shandong Luneng, com quem jogou e foi campeão brasileiro em 2015.

“Já deixei bem claro para muitas pessoas, não só porque treinei com ele, mas por outros times que ele passou: é o Gil. Pela humildade que ele tem, pela dedicação nos treinos... Ele é a minha inspiração e sempre vai ser”, revelou o beque, que citou a importância dos veteranos na relação com garotos recém-promovidos do Sub-20.

“A gente sempre conversa ali sobre posicionamento. A gente que é novo vai aprendendo com o Balbuena, Pablo, pequenos erros que a gente comete eles vão consertando até no decorrer da partida, correr para trás... Tem atalhos no campo que eles sempre falam para nós”.

Entre outros assuntos, Pedro Henrique relembrou o lance que marcou sua carreira até aqui: a falha cometida na derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG no Mineirão, no dia 22 de junho, pelo Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o camisa 34 tentou recuar a bola para Cássio, mas deu passe fraco demais e entregou para Cazares anotar o gol da vitória. De acordo com Pedro, ele temeu nunca mais receber oportunidades no Corinthians.

“No momento, passa muita cabeça pela cabeça. Como a gente vive com cobranças, tanto na base quanto no profissional existe uma cobrança muito grande, pelo histórico de outros jogadores aqui, pensei que não iria mais jogar pelo fato de ter errado. Mas logo em seguida a torcida me deu um respaldo muito grande, diretoria, ex-jogadores do Corinthians me mandaram mensagem, o Alessandro”, declarou.

“Fábio Carille falou que eu tinha feito um grande jogo e que não era aquela falha que iria apagar o que fiz durante o jogo. Eu fiquei mais tranquilo, depois a torcida foi me apoiando e pude ter uma sequência boa de jogos e mostrar que eu tinha potencial para vestir a camisa do Corinthians”, concluiu.

Sem Pablo, provavelmente fora de ação, Pedro Henrique deve voltar a ser utilizado pelo técnico Fábio Carille diante do Vitória, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Barradão, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Assista à entrevista de Pedro Henrique à Corinthians TV

Veja mais em: Pedro Henrique, Base do Corinthians, Campeonato Brasileiro e Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Renê Júnior, Zé Rafael e Juninho Capixaba: Corinthians de olho em trio do Bahia

    Novo presidente do Bahia é eleito, e Corinthians deve definir ao menos três negociações

    ver detalhes
  • Ronaldo não tem interesse em trabalhar com futebol no Brasil

    Ronaldo admite apoio a Andrés, mas nega vontade de assumir cargo no Corinthians

    ver detalhes
  • Meia pode ser envolvido em troca por jogadores do atual plantel alvinegro

    Segundo jornalista, Corinthians lidera briga com rivais paulistas por meia do Fluminense

    ver detalhes
  • 7 jogadores emprestados que podem voltar ao Corinthians em 2018

    VÍDEO: 7 jogadores emprestados que podem voltar ao Corinthians em 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes