Jô é homenageado pela diretoria do Corinthians no vestiário do Couto Pereira

Jô é homenageado pela diretoria do Corinthians no vestiário do Couto Pereira

Por Meu Timão

Jô foi homenageado no vestiário do Couto Pereira pela diretoria do Timão

Jô foi homenageado no vestiário do Couto Pereira pela diretoria do Timão

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O atacante Jô foi homenageado pela diretoria do Corinthians no vestiário do Couto Pereira, na manhã deste domingo, em Curitiba. O centroavante, que já marcou 29 gols pelo Timão, completou 150 jogos no empate sem gols contra o Coritiba e ganhou uma placa comemorativa - artilheiro do elenco na temporada teve um gol mal anulado.

Leia também:
Carille aponta principal falha do Corinthians em empate contra Coritiba: 'Faltou concentração'
Fagner exalta ponto conquistado contra Coritiba e admite desgaste físico: 'Vale o esforço'
Integrante de organizada do Coritiba é preso por tentativa de homicídio de torcedor do Corinthians

João Alves de Assis Silva foi revelado nas categorias de base do Corinthians e, com apenas 16 anos, já vestiu a camisa do time profissional, sendo o jogador mais novo a ser promovido na história do Timão. Sua primeira partida no time principal foi contra o Guarani sob o comando do técnico Geninho.

Após dois anos no profissional, Jô despertou o interesse do CSKA Moscou e foi vendido. Lá, o atacante conseguiu se destacar despertando o interesse de clubes europeus. O Manchester City foi quem ficou com o garoto, mas lá ele teve poucas oportunidades e logo foi emprestado para o Everton, onde fez boa temporada. Com alguns problemas de comportamento no clube inglês, Jô foi emprestado para o Galatasaray.

Sem chances de atuar no Manchester, o atacante então acertou com o Internacional. No clube brasileiro, os problemas de indisciplina voltaram a aparecer e o atacante foi punido, ficando afastado por algum tempo dos gramados e em seguida dispensado pelo clube. Assim, ele acertou com o Atlético Mineiro, onde fez boa temporada sendo campeão e artilheiro da taça Libertadores 2013.

Em 2014 o atacante sofreu com uma má fase potencializada pelo fiasco da seleção brasileira e que, aliadas a problemas de indisciplina novamente, o fizeram cair de produção. Mesmo assim voltou a jogar no clube, onde ficou até 2015, quando acertou com Al-Shabab por três temporadas, mas foi vendido para a China e então, retornou ao seu clube de coração e também que o revelou: o Corinthians.

Foi anunciado oficialmente no dia 02 de novembro de 2016, por três temporadas.

Veja mais em: , Flávio Adauto e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Rodriguinho enfrenta o Patriotas na Colômbia; fora Gabriel, Carille promove quatro novidades

    Em treino na Colômbia, Carille define escalação do Corinthians para jogo da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Cássio ergue taça de campeão paulista 2017; jogador está perto de atingir 300 jogos

    Perto dos 300 jogos, Cássio elege Corinthians de 2017 o melhor grupo do qual fez parte

    ver detalhes
  • Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    ver detalhes
  • Romarinho foi protagonista da final da Libertadores há cinco anos

    Viraliza na web versão de gol do Romarinho narrado por Galvão Bueno; assista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes