Pablo adota otimismo por permanência no Corinthians, mas alerta: 'Não depende só de mim'

Pablo adota otimismo por permanência no Corinthians, mas alerta: 'Não depende só de mim'

Por Meu Timão

Pablo tem contrato com o Corinthians até o fim do ano

Pablo tem contrato com o Corinthians até o fim do ano

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Em meio a um fulminante início de Campeonato Brasileiro dentro de campo, o Corinthians se vê diante de uma missão nada fácil no mercado da bola: garantir a permanência do zagueiro Pablo no elenco. Apesar de a diretoria estar jogando contra o tempo, o próprio atleta vê sua situação contratual com otimismo.

"O que posso falar é que estou muito feliz, é um ano que posso dizer que é o meu melhor como profissional. Tenho vivido grandes coisas num clube como o Corinthians, é gratificante. Por estar feliz, quero continuar, mas não depende só de mim. Fosse só da minha parte, seria mais fácil. Tem a parte da compra do Bordeaux. Tenho meus projetos, mas espero que tudo se resolva", explicou, em entrevista concedida nesta terça-feira, no CT Joaquim Grava.

"Só tivemos uma conversa, aquela que deu aquele bum, aquela história toda, mas depois daquilo não conversamos mais. Acredito que tudo vai se encaminhar bem direitinho e tranquilo. Estou focado no Corinthians", completou, se referindo à única reunião da qual participou envolvendo dirigentes do Timão para tratar de sua renovação contratual.

Conforme acordado entre Corinthians e Bordeaux no início do ano, quando os clubes acertaram o empréstimo de Pablo até o fim de dezembro, o Timão teria até o início de julho para exercer a prioridade de compra do jogador. O valor está fixado em 3 milhões de euros (algo em torno de R$ 10 milhões).

O "problema" é que Pablo encaixou no sistema defensivo corinthiano "como uma luva". O sucesso do jogador no esquema montado por Fábio Carille fez o Timão temer investidas de outros clubes, que poderiam tirá-lo da equipe em caso de proposta feita ao Bordeaux.

"Minha adaptação foi muito tranquila pelo fato de eu não estar 100% adaptado na França. Converso com todo mundo, e eu tinha essa dificuldade na França pela língua, não conseguia me expressar. E no Brasil pude ser quem sou eu. Não tive dificuldades na volta ao Brasil", destacou o beque corinthiano.

Fato é que, ao menos no que depender da vontade de Pablo, sua permanência deve ser selada. Os planos do jogador, conforme relatado pelo próprio atleta, envolvem seguir no Timão e, daqui a alguns anos, chegar à Seleção Brasileira e aí sim retornar à Europa.

"Você está pegando meus pensamentos, cara (risos). É mais ou menos isso (ficar mais um ou dois anos, chegar à seleção e voltar para a Europa). São metas. Eu e meu empresário trabalhamos assim. Mas vamos ver o futuro. Ele dirá tudo", comentou.

Vale destacar que, ao menos no discurso, a diretoria do Corinthians também mantém otimismo na possibilidade de comprar Pablo em definitivo. Tanto o diretor de futebol Flávio Adauto quanto o gerente Alessandro Nunes deram declarações positivos a respeito do assunto nas últimas semanas.

Veja mais em: Pablo, Mercado da bola e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Pablo não tem permanência assegurada no Timão para a próxima temporada

    Fim da paciência: Corinthians dá ultimato e cobra resposta de empresário de Pablo

    ver detalhes
  • Corinthians anuncia uniforme especial para partida contra Atlético-MG

    Corinthians anuncia uniforme especial para partida contra Atlético-MG

    ver detalhes
  • Ralf ergueu troféu do hexa do Brasileirão antes de deixar Corinthians

    Ralf diz que não jogaria em rival do Corinthians, explica saída e opina sobre Gabriel

    ver detalhes
  • Pré-temporada de 2018 teve início nesta semana para jogadores do Timão

    Corinthians se antecipa, e jogadores realizam exames cardiológicos para 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes