Balbuena marca nos acréscimos e Corinthians se salva de vexame na Colômbia pela Sul-Americana

Corinthians Corinthians 1 x 1 Patriotas Patriotas

Copa Sul-Americana 2017

Balbuena marca nos acréscimos e Corinthians se salva de vexame na Colômbia pela Sul-Americana

'General' Balbuena marcou na Colômbia e salvou o Corinthians

'General' Balbuena marcou na Colômbia e salvou o Corinthians

Foto: Divulgação/Arena Corinthians

A sensação é de que o líder invicto do Campeonato Brasileiro não embarcou para a Colômbia. Isso porque um Corinthians irreconhecível sofreu para arrancar empate de 1 a 1 diante do modestíssimo Patriotas, na noite desta quarta-feira, na cidade de Tunja, no estádio La Independencia, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana.

O "mistão" do Corinthians abusou das falhas tanto defensiva quanto ofensivamente. Dando muito espaço aos colombianos atrás e errando tudo o que tentava na frente, o Timão passou perto de perder a invencibilidade que já durava 23 partidas na temporada – e agora se estende para 24.

O Corinthians foi escalado pelo técnico Fábio Carille diante do Patriotas com: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Moisés; Gabriel e Camacho; Marquinhos Gabriel, Rodriguinho e Romero; Kazim. Os titulares Arana, Maycon, Jadson e Jô foram poupados devido ao desgaste causado pela sequência de jogos do Brasileirão.

Em tempo: o jogo de volta entre Corinthians e Patriotas está marcado apenas para o dia 26 de julho, na Arena – como fez gol fora de casa, o Timão se classifica para a próxima fase com um simples empate em 0 a 0. Até lá, a equipe alvinegra volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro, competição da qual é líder e pela qual volta a campo já neste domingo, contra o Botafogo.

Primeiro tempo

Ao contrário do que a grande maioria dos torcedores corinthianos poderia imaginar, quem dominou os 45 minutos inciais foi o pequeno Patriotas. A equipe da casa, ciente de suas limitações, não fez questão de tomar a iniciativa, mas se fechou direitinho e apostou nos contra-ataques com jogadas de velocidade pelas laterais.

A inversão de um lado para o outro do campo bem como os cruzamentos e lançamentos em profundidades se mostraram os pontos fortes dos colombianos. Foi assim que, aos 30 minutos, Mosquera avançou para cima de Moisés e conseguiu inverter o jogo com facilidade. A bola sobrou para Gomez, que aproveitou-se da falta de marcação para ajeitar e soltar a paulada. A pelota ainda desviou em Fagner antes de balançar as redes de Cássio.

O ataque corinthiano, por sua vez, abusou dos erros de passe e finalização. Com isso, o Timão encontrou muita dificuldade para dar trabalho ao goleiro Villete, que precisou fazer apenas uma defesa, em chute de Romero. Kazim também teve boa oportunidade, mas se atrapalhou todo na hora de bater na bola, a mandando por cima do gol.

Segundo tempo

Passado o intervalo, o Corinthians de Fábio Carille pouco mudou sua postura em campo. Os colombianos, mais à vontade com a vantagem no marcador, passaram a investir ainda mais nas subidas ao ataque pelas beiradas do campo. Fagner e Moisés, pela direita e pela esquerda, respectivamente, davam muito espaço para os adversários jogarem.

Aos oito minutos, Vásquez levantou bola na grande área em cobrança de falta. Robayo venceu a defesa do Corinthians pelo alto e cabeceou firme, acertando a trave esquerda de Cássio. O Timão esteve muito perto de levar o segundo em Tunja!

Diante de tal cenário, Carille decidiu mexer na equipe. Primeiro testou a troca de Marquinhos Gabriel por Giovanni Augusto. Percebendo que a alteração não fizera muito efeito, o treinador então ousou: sacou o volante Gabriel para colocar em campo o atacante Clayton. Novamente sem surtir efeito, o comandante apostou suas últimas fichas em Fellipe Bastos, que entrou na vaga de Camacho.

As alterações, no fim das contas, não pareceram ajudar muito o Corinthians. Diante de muita insistência, foi apenas em um lance protagonizado pelo zagueiro Balbuena, lá aos 47 minutos do segundo tempo, que o Timão buscou o gol de empate. O capitão subiu ao ataque, rolou para Fagner, foi para área e aproveitou cruzamento para cabecear para o fundo das redes!

Veja mais em: Copa Sul-Americana.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Patriotas

  • 1000 caracteres restantes