Campeão pela Seleção em 1970, ex-goleiro do Corinthians faz 71 anos nesta terça

Campeão pela Seleção em 1970, ex-goleiro do Corinthians faz 71 anos nesta terça

Por Meu Timão

1.3 mil visualizações 22 comentários Comunicar erro

Ado defendeu o Corinthians de 1969 a 1973

Ado defendeu o Corinthians de 1969 a 1973

Um dos grandes ídolos do Corinthians nas décadas de 60 e 70 comemora seu aniversário nesta terça-feira. Trata-se do ex-goleiro Eduardo Roberto Stinghen, mais conhecido como Ado, que completa 71 anos de idade.

Contratado pelo Corinthians em 1969 após brilhar com a camisa do Londrina em um jogo disputado justamente contra o Timão, Ado ficou no Parque São Jorge até 1973.

Como defendeu o clube alvinegro durante o período que viria a ser conhecido como o de maior jejum da história do Corinthians, Ado não teve oportunidade de levantar uma taça no Timão.

Ainda assim, os 207 jogos disputados com a camisa alvinegra lhe renderam destaque em nível nacional. Como consequência, foi convocado para a Seleção Brasileira e, na reserva de Félix, se consagrou campeão da Copa do Mundo de 1970.

Vale ainda destacar que Ado era também bastante conhecido na época em que jogava futebol por conta de sua aparência física. O goleiro do Timão tinha pinta de galã e era apontado como um dos mais bonitos jogadores do Brasil.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians e Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • 20 mil ingressos já foram vendidos para Corinthians e Internacional

    Corinthians divulga 20 mil ingressos vendidos para duelo contra Internacional

    ver detalhes
  • Zagueiro Chicão em 2013, durante ação do Corinthians voltada ao Valentine's Day

    Ex-zagueiro Chicão faz visita ao CT do Corinthians

    ver detalhes
  • Cada louco com sua mania: Superstições Corinthianas | #86

    VÍDEO: Cada louco com sua mania: Superstições Corinthianas | #86

    ver detalhes
  • Eduardo Barroca é treinador do Sub-20 do Corinthians há cerca de três meses

    Técnico do Sub-20 explica 'intercâmbio' de Matheus Matias e já identifica dois pontos fortes

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes