Antes de duelo contra Ponte Preta, Clayson ganha função de informante para Carille

Antes de duelo contra Ponte Preta, Clayson ganha função de informante para Carille

Por Meu Timão

Clayson atuou na vaga do suspenso Romero

Clayson atuou na vaga do suspenso Romero

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Titular na vitória do Corinthians por 1 a 0 contra o Botafogo, o atacante Clayson ainda não teve tempo para mostrar tudo o que pode para a torcida do Timão. Preparando-se junto com a equipe para enfrentar a Ponte Preta, o atacante não sabe se vai ser titular, mas já ajuda Carille. O camisa 25 age como uma espécie de informante para o comandante alvinegro.

"Eu conheço bastante gente ali, é um time muito difícil de jogar contra, mas tudo que eu tiver e souber vou passar para o Carille internamente para a gente poder absorver e usar ao nosso favor", afirmou Clayson, em entrevista à ESPN.

Com a volta de Romero, suspenso na última rodada, a tendência é que Clayson volte para o banco na partida contra o ex-clube. O atacante, porém, não se importa, destaca o tratamento igual que tem recebido do técnico corinthiano e já se espelha em grandes nomes da história do Timão para construir sua história na equipe.

"O Carille deixa muito claro que independente de quem joga o sistema de jogo é um só. Você entra em um time que é sempre o mesmo jeito de jogar, entra sabendo o que vai ter que fazer, ele trata todos iguais, dá a mesma atenção, isso deixa mais fácil para a gente corresponder a altura", ressaltou.

Leia também: Titular do Corinthians contra o Botafogo, Clayson comemora realização do sonho de seu pai

"Estou chegando agora, a expectativa é grande, ainda estou me adaptando ao time, ao clube, mas tive uma recepção maravilhosa. Desde os cozinheiros, porteiros até ao treinador e jogadores. Isso facilita, é importante e seria um enorme prazer conseguir construir uma história tão maravilhosa quanto a do Alex", destacou Clayson, que contou com a companhia do ex-meia do Corinthians durante a entrevista.

Destacado pela torcida como um jogador mais ofensivo que Romero, seu concorrente de posição, o atacante sabe que precisa se adaptar ao futebol compacto e voluntarioso proposto por Carille. O processo de adaptação tem acontecido a cada partida.

"Hoje a gente sabe que o futebol está moderno, está mais difícil. Você não pode só atacar, tem que ajudar a marcar, é um conjunto. Eu estou me adaptando, fiz um pouco dessa função com o Eduardo Baptista na Ponte Preta no ano passado, mas esse ano vinha jogando mais na frente com o Kleina. Estou voltando a aprender novamente, creio que não vai ser empecilho nenhum, tenho essa característica também de ajudar, voltar, então vai dar tudo certinho", concluiu.

Veja mais em: Clayson e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Na Série B do Brasileirão pelo Internacional, Leandro Damião entrou na mira do Timão

    Corinthians inicia sondagem sobre centroavante do Internacional

    ver detalhes
  • Timão monitorava situação de Roger, em fim de contrato no Botafogo

    Alvo do Corinthians, centroavante Roger fecha com clube gaúcho

    ver detalhes
  • Vilson só deve retornar aos treinos em fevereiro do ano que vem

    Vilson passa por nova cirurgia no joelho e deve perder pré-temporada do Corinthians; veja foto

    ver detalhes
  • Assim como no Paulistão, Cássio será o escolhido para levantar a taça do Brasileiro

    Carille define qual jogador do Corinthians vai levantar a taça do Campeonato Brasileiro de 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes