Copa do Mundo e bom momento coletivo motivam Rodriguinho a permanecer no Corinthians

Copa do Mundo e bom momento coletivo motivam Rodriguinho a permanecer no Corinthians

2.3 mil visualizações 36 comentários Comunicar erro

Rodriguinho é um dos pilares da equipe considerada ideal do Corinthians em 2017

Rodriguinho é um dos pilares da equipe considerada ideal do Corinthians em 2017

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Rodriguinho vive momento especial no Corinthians. Apontado como destaque da equipe desde o segundo turno do Brasileirão 2016 e lembrado por Tite na última lista de convocados da Seleção, o jogador de 29 anos deve ser alvo de investidas de clubes do Velho Continente durante a janela internacional de transferências, aberta até o fim de agosto. Deixar o Timão para realizar o sonho europeu, no entanto, não é prioridade no momento.

Em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira à tarde, no CT Joaquim Grava, Rodriguinho falou sobre a possibilidade de o Corinthians perder jogadores nas próximas semanas. Um atleta já foi: Léo Jabá, que acertou com o Akhmat Grozny, da Rússia, como antecipado pelo Meu Timão.

Leia também:
Rodriguinho vê semana 'intensa', deixa invencibilidade de lado e revela meta do Corinthians
Com Léo Príncipe, Carille prioriza defesa em treino do Corinthians; dia termina com 'rachão'
Corinthians tem reunião com agentes de Clayton; entenda situação do atacante

Sincero, o camisa 26 reiterou a intenção do clube em contar com todos os jogadores do elenco pelo restante da temporada. “Carille deve estar querendo segurar todo mundo, o time está indo bem, a gente pretende seguir assim, se tivesse saída seria ruim. A diretoria vai fazer todo esforço possível para segurar. Que não sejam muitas peças perdidas, que a gente não perca jogadores nessa sequência”, disse Rodriguinho, que vê o bom momento do Timão como impulso a rejeitar uma eventual oferta de transferência:

“Isso ajuda, quando você tem a possibilidade de ser campeão, vê que sua equipe está indo bem, isso motiva a ficar. A não ser que seja algo surreal, aí você vai querer sair. Mas é muito bom ser campeão, deixar seu nome na história. Tem tudo para ser um ano glorioso para quem está aqui”.

Outro ponto a ser considerado, ao menos no caso de Rodriguinho, é a aproximação da Copa do Mundo da Rússia, em 2018. Na avaliação do meio-campista, titular absoluto sob o comando de Carille, trocar o Corinthians uma equipe de menor expressão, ainda que do futebol europeu, pode afastá-lo do radar de Tite, o que lhe deixaria distante de estar na lista final do mundial.

“É relativo, mas lógico que penso nisso. Seria um sonho disputar a Copa, como o time está bem, isso aí pesaria numa saída, sem dúvida, a não ser que fosse para um mercado muito bom, que não fosse sumir, senão eu dificilmente sairia”, concluiu.

Veja mais em: Rodriguinho.

Veja Mais:

  • Em baixa na Alemanha, Jonathas volta à pauta do Corinthians, que busca empréstimo

    Corinthians volta a ter interesse no centroavante Jonathas

    ver detalhes
  • Gabriel e Guilherme conversaram com o Meu Timão no Parque São Jorge

    Mãe vira-casaca, sonho inglês e até 10 a 0 na Croácia: conheça os gêmeos do Sub-17 do Corinthians

    ver detalhes
  • Jorge Luis Pinto é torcedor do Corinthians em solo brasileiro

    Técnico sensação da Copa-2014 pela Costa Rica fala em sonho de treinar Corinthians

    ver detalhes
  • Rio, Maceió e até Califórnia: jogadores do Corinthians curtem 'férias forçadas'; veja destinos

    Rio, Maceió e até Califórnia: jogadores do Corinthians curtem 'férias forçadas'; veja destinos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes