Atacante destaque de rival foi campeão da Copinha pelo Corinthians; relembre trajetória

Atacante destaque de rival foi campeão da Copinha pelo Corinthians; relembre trajetória

Por Meu Timão

Marcinho (camisa 9) durante treino do Sub-20 do Timão no Parque São Jorge

Marcinho (camisa 9) durante treino do Sub-20 do Timão no Parque São Jorge

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Aos 22 anos, Marcinho desponta como destaque do rival São Paulo. Contratado do São Bernardo após o Campeonato Paulista, o jovem atacante tem chamado atenção pela versatilidade e pela maturidade que demonstra dentro de campo. O que poucos sabem, porém, é que parte da formação dele como atleta profissional foi adquirida justamente nas categorias de base do Corinthians, arquirrival do clube do Morumbi.

Natural de Itauçu-GO, Marcinho chegou ao Parque São Jorge no início de 2012, depois de atuar, à época com 16 anos, pelos profissionais do Vila Nova. No Sub-20 do Timão, o atacante foi campeão brasileiro Sub-20 (2014), paulista Sub-20 (2014) e da Copa São Paulo de juniores (2015).

Integrante da geração que revelou Guilherme Arana (ainda no Corinthians), Matheus Pereira (Juventus-ITA), Matheus Cassini (Santos), Malcom (Bordeaux-FRA), entre outros, Marcinho não permaneceu no Corinthians após conquistar a taça nacional. Isso porque a diretoria do clube, já comandada pelo presidente Roberto de Andrade – ele acabara de suceder Mário Gobbi –, não decidiu investir na contratação em definitivo do jogador, avaliado em R$ 400 mil.

“Durante os três anos do contrato, se o Corinthians quisesse manter o Marcinho, precisava pagar um valor para a compra dele. No fim do contrato, o Corinthians queria estender por mais um ano para avaliar melhor o jogador. Então o atleta e eu achamos que não precisava de mais um ano para definir e optamos pela saída”, relembrou o empresário Roni, agente de Marcinho, em declaração ao site Uol.

Leia também:
Léo Príncipe: 'Sou um menino que saiu da favela, cresceu longe da família e venceu no futebol'
Especial categorias de base: os planos do Corinthians para criar identidade e revelar jogadores
Estreia e primeiro gol de Pablo como profissional foram contra... Cássio!

Segundo Roni, Osmar Loss, então técnico da equipe Sub-20 do Corinthians, hoje auxiliar de Fábio Carille, gostaria de contar com o atacante no plantel por mais tempo, mas não houve acordo. “Nessa época, ele não seria promovido, mas o Osmar falou comigo e pediu que ficasse”, contou. “O Osmar dizia que ele tinha potencial para ficar. Foi um dos treinadores com quem o Marcinho mais aprendeu. Ele dizia que faltava mais confiança do jogador, cobrava muito para que evoluísse”, acrescentou Roni.

Fora do Timão, Marcinho se destacou por Remo e São Bernardo antes de ser adquirido, por empréstimo, pelo rival São Paulo. Em menos de três meses, caiu nas graças da torcida do clube, agradou à comissão técnica e terá seus direitos econômicos comprados pela equipe do Morumbi em breve.

Marcinho jogou na base do Corinthians entre 2012 e 2015

Marcinho jogou na base do Corinthians entre 2012 e 2015

Rubens Chiri/saopaulofc.net

Veja mais em: Base do Corinthians, Copinha e Majestoso.

Veja Mais:

  • Na Série B do Brasileirão pelo Internacional, Leandro Damião entrou na mira do Timão

    Corinthians inicia sondagem sobre centroavante do Internacional

    ver detalhes
  • Timão monitorava situação de Roger, em fim de contrato no Botafogo

    Alvo do Corinthians, centroavante Roger fecha com clube gaúcho

    ver detalhes
  • Vilson só deve retornar aos treinos em fevereiro do ano que vem

    Vilson passa por nova cirurgia no joelho e deve perder pré-temporada do Corinthians; veja foto

    ver detalhes
  • Assim como no Paulistão, Cássio será o escolhido para levantar a taça do Brasileiro

    Carille define qual jogador do Corinthians vai levantar a taça do Campeonato Brasileiro de 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes