Corinthians diz 'não' a R$ 40 milhões por Arana, estipula mínimo e avisa: 'Ninguém sai em 2017!'

Corinthians diz 'não' a R$ 40 milhões por Arana, estipula mínimo e avisa: 'Ninguém sai em 2017!'

Por Meu Timão

156 mil visualizações 182 comentários Comunicar erro

Guilherme Arana comemora seu segundo gol no Allianz Parque

Guilherme Arana comemora seu segundo gol no Allianz Parque

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O Corinthians não perderá Guilherme Arana nesta janela de transferência nem qualquer outro titular. A garantia foi dada pelo diretor de futebol, Flávio Adauto. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o dirigente confirmou que o emprestado Pablo permanecerá em definitivo, garantiu que Fábio Carille não sairá para a China nem outro mercado e foi além: o elenco não será desmanchado.

"O Pablo fica. Pelos outros não chegaram propostas, e se chegar, não que serão rechaçadas, mas pelos menos empurradas para 2018. Sobre o Carille vamos mantê-lo. Depois de quatro meses fizemos um reajuste de salário, mas menos do que ele merece, e vamos ajustar isso. Ele também quer no mínimo dois anos aqui para ficar cascudo. A proposta da China ele nem chegou a ouvir”, afirmou.

Leia também:
Vascaíno diz estar assustado com campanha do Corinthians: 'exemplo a ser seguido'
Destaque na Série B, meia que pertence ao Corinthians desperta interesse do Botafogo
Site lista seis titulares do Corinthians que podem ser convocados por Tite para a Seleção
Zagueiro Pablo tem contratura detectada e se torna desfalque no Corinthians

Mas o mais impactante da entrevista foi quando falou sobre a situação de Arana, o jogador mais cobiçado do atual elenco do Corinthians. Flávio Adauto revelou que o clube rechaçou uma oferta de 15 milhões de euros (cerca de R$ 40 milhões). E foi além. O dirigente avisou aos interessados que há um valor mínimo para sua liberação em dezembro - antes disso, de acordo com ele, o jovem não deixa o Parque São Jorge.

“Por R$ 40 milhões ele não sai. Custará mais, e se tiver que sair vai ser apenas no ano que vem. Hoje eu diria, que numa bolsa de mercado, ele vale no mínimo 20 milhões de euros (cerca de R$ 73 milhões). Já recebemos uma proposta acima dos R$ 40 milhões por ele, na faixa dos 15 milhões de euros, e foi rejeitada. Se quiserem conversar, vão ter que esperar o final da temporada”, afirmou.

O Corinthians tem direito a 40% dos direitos econômicos de Guilherme Arana. Os outros 60% pertencem ao empresário Fernando Garcia, que foi conselheiro do clube e é irmão de Paulo Garcia, candidato à presidência nas últimas três eleições.

A intenção da diretoria é a de manter todos os titulares que fazem, neste momento, a melhor campanha da era dos pontos corridos do futebol brasileiro, iniciada em 2003.

Veja mais em: Guilherme Arana, Mercado da bola e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Balbuena segue sem estender vínculo com o Corinthians

    Corinthians aciona Vampeta para tentar ajudar na renovação de Balbuena; clube se pronuncia

    ver detalhes
  • Vilson está afastado dos gramados desde março de 2017, quando passou por cirurgia

    Corinthians paga R$ 60 mil por atraso de 13 meses e quita dívida pela contratação de Vilson

    ver detalhes
  • Timão recebe o arquirrival Palmeiras na Arena neste sábado

    Torcida garante 33 mil ingressos para primeiro Dérbi de 2018; venda física começa nesta quarta

    ver detalhes
  • Ralf foi apresentado pelo Corinthians no início da tarde desta terça-feira, no CT

    Apresentado, Ralf fala em 'momento de Gabriel', mas avisa: 'Vou buscar meu espaço'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes